Ferret – as doenças que os acometem

As doenças dos ferrets

Aqui serão abordados apenas a sintomatologia clínica das principais doenças, e não fisio-patologia e/ou tratamento. Na necessidade de mais informações, procure o veterinário de sua confiança ou um especialista da área. NUNCA MEDIQUE SEU AMIGUINHO, VOCÊ PODE AGRAVAR O PROBLEMA!

Quando estiver pronto para levar seu amiguinho para o médico veterinário, lembre-se que ele necessitara do máximo de informações possíveis sobre a alteração do comportamento habitual, e dos sinais clínicos apresentados pelo seu animal. Aqui serão abordados apenas a sintomatologia clínica das principais doenças, e não fisiopatologia e/ou tratamento. Na necessidade de mais informações, procure o veterinário de sua confiança ou um especialista da área.

Citarei a seguir, algumas das perguntas mais frequentemente realizadas pelo médico veterinário:
1. De onde você o adquiriu? Pet shop, laboratório, vizinho?
2. Há quanto tempo é o proprietário?
3. Você possui outros animais em casa? Quais são? Dividem o mesmo ambiente?
4. Qual a alimentação fornecida? Quantas vezes ao dia? Onde é comprada?
5. Você alterou a alimentação ? Está comprando em outro lugar?
6. Em que local é armazenado o alimento?
7. Quem é responsável pela alimentação e higiene?
8. Já foi anteriormente no veterinário? É vacinado, vermifugado? (sempre levar o certificado de vacinação) Teve algum outro problema anterior a este? Você trouxe as receitas antigas?
9. Há quanto tempo tem observado a alteração de comportamento?
10. Você o medicou? (seja sincero!)

Todas esta perguntas são fundamentais para o médico veterinário.
NUNCA MINTA, não tenha medo do veterinário; ELE E O SEU MELHOR AMIGO, e deseja muito resolver o problema do seu amiguinho!

Leia sobre algumas das principais doenças em ferrets: