Transplante renal em cães e gatos

O transplante renal em cães e gatos de estimação doentes é feito no Brasil desde 2003. O Médico Veterinário que primeiro executou a técnica cirúrgica, experimentalmente, foi o Professor Ney Luis Pippi (Universidade Federal de Santa Maria/RS), durante dissertação de mestrado em 1970. O transplante possibilita o retorno da função renal endócrina e excretora do paciente, com aumento da sobrevida e da qualidade de vida, comprovados em medicina humana.

Indicação da cirurgia
As situações que contra indicam a cirurgia de transplante renal são: cardiopatias graves, insuficiência hepática, Leishmaniose (cães), FIV ou FELV (gatos), tumores malignos e idade superior a 10 anos.

O doador
O doador do rim pode ser um outro animal do mesmo proprietário ou um animal capturado pela prefeitura e condenado à eutanásia sem que apresente nenhuma doença ou alteração que justifique o sacrifício. A condição básica para a realização do transplante é que o proprietário do animal receptor adote também o animal doador, ficando com os dois animais após o transplante.

O animal doador deve ser do mesmo tipo sanguíneo que o receptor. O parentesco entre os dois animais é um fator que aumenta a chance de sucesso do procedimento. Existem vários trabalhos científicos comprovando em medicina humana e veterinária que o doador não sofre prejuízo na sobrevida e nem mesmo na qualidade de vida tanto a médio quanto a longo prazo.

A vida após o transplante renal
Uma vez que o procedimento apresenta êxito, o paciente não necessita de receber fluidoterapia (soro) e melhora a sua condição clínica (excreção e anemia), com melhora na disposição, no apetite, etc.

É importante estar ciente de que o paciente terá que receber medicação de imunossupressão (para evitar rejeição) pelo resto da vida. Os imunossupressores podem favorecer a ocorrência de infecção bacteriana. Sendo assim, o animal tem que estar sempre coberto de cuidados de higiene para evitar as consequências destas infecções oportunistas. A expectativa de vida pós transplante é variável.

Veja também:
Hemodiálise
Problemas renais