Como escolher o filhote de gato

Como escolher o gatinho

Se você optar por um filhote, seja ele comprado ou adotado, observe os seguintes pontos:

  • olhos: devem estar brilhantes e não conter secreções;
  • focinho: deve estar seco, sem secreções. Observar se o gatinho está espirrando.
    Se estiver, pode ser uma manifestação de vírus (rinitraqueíte);
  • abdômen: observar se a barriga do animal está muito grade, desproporcional ao seu tamanho. Gatinhos muito “barrigudos” podem estar infestados de vermes. Se possível, note se o animal está com diarreia (os pêlos e rabo perto do ânus estarão sujos);
  • vivacidade: os filhotes de gatos são muito alegres e brincalhões. Animais parados, muito sonolentos ou medrosos devem ser evitados. Estimule-o a brincar com uma bolinha de papel amarrada num barbante.
  • ronronar: os gatos ronronam (vibram a cartilagens da laringe), e essa é uma manifestação de animais dóceis, que se agradam com o contato com pessoas. O ruído do ronronar dos gatos é confundido por algumas pessoas, que crêem que esses animais têm asma. Essa é uma informação infundada.
  • mucosas: observando as gengivas, parte interna das orelhas e olhos, eles devem estar róseos. Gatinhos anêmicos apresentam essas mucosas pálidas, brancas e indisposição para brincar.

Se você resolveu adotar ou comprar um gato adulto, observe os mesmos pontos, mas leve em consideração o temperamento do animal. Gatos agressivos ou medrosos dificilmente mudarão de comportamento, e podem representar um problema para mantê-los.

Para adotar um gato, clique aqui