Biologia do Aquário

Ao contrário do que a maioria das pessoas pensa, um aquário não é somente uma caixa de vidro cheia de água e peixes coloridos. Um aquário basicamente é um mini ecossistema confinado, e para entender esse ecossistema vamos explicar as partes que o compõem.

O TANQUE:
Feito na maioria das vezes de vidro ou acrílico, e na mais variada gama de formas e tamanhos. Os mais comuns são os de forma retangular. O tanque ou aquário é somente a embalagem que recebe e contém os demais itens do ecossistema, e é dentro dele que ocorrem todas os processos vitais para o seu bom funcionamento.

Biologia do aquárioOS PEIXES E AS PLANTAS:
Os peixes são seres vivos que respiram oxigênio e liberam dióxido de carbono, o CO2. Nesse processo, eles esgotam o oxigênio da água e deixam no seu lugar CO2 e matéria orgânica, através de seus excrementos.

As plantas também respiram e consomem oxigênio. No entanto, através de um processo chamado fotossíntese, as plantas consomem o CO2 dissolvido na água e o transformam em oxigênio novamente. Esse processo é dependente de uma suficiente quantidade de luz solar recebida pela planta.

BACTÉRIAS
No fundo do aquário, existem bactérias que se alimentam dos excrementos dos peixes e restos de comida. Essas bactérias precisam do oxigênio da água para sobreviverem. O papel desses microrganismos é transformar a amônia (composto liberado pela matéria orgânica em decomposição) em nitrito, e posteriormente em nitrato. A amônia e o nitrito são tóxicos para os peixes, porém, o nitrato, em pequenas quantidades é bem tolerado.

O papel dos filtros é fazer a circulação da água no aquário e com isso levar alimento e oxigênio às bactérias. Tendo essas condições, elas poderão desempenhar seu importante papel no ciclo biológico.