Acne em cães e gatos

Acne em cães e gatos

Cães e gatos também podem ter acne como os humanos. E esse é um problema que aparece com frequência em algumas raças de pelagem curta como Dobermans, Bulldogues e outros. A acne pode aparecer na “puberdade” do cão, ou seja, entre 3 a 12 meses de idade. As alterações hormonais nessa fase são a principal razão do aparecimento das lesões.

Os gatos podem desenvolver a acne em qualquer período de suas vidas. A acne nos cães não se restringe apenas a animais jovens, embora seja mais frequente nessa faixa. Ela pode aparecer em animais adultos também. Nesse caso, a causa exata é desconhecida.

Acne no cão

As regiões afetadas são o mento (“queixo”), a pele em redor dos lábios e, mais raramente, o focinho. Podem aparecer um ou vários nódulos inflamados e pústulas (bolinhas amareladas, cheias de pus). Ao serem apertadas, as lesões expelem pus e sangram. Alguns nódulos podem apresentar um material preto, com aparência de um pelo duro, que chamamos de comedo. Quando a acne se manifesta de uma forma grave, os lábios e o queixo do animal se apresentam inchados e bastante doloridos.

Acne severa no gato

A acne na forma leve e com poucas lesões desaparece naturalmente com a idade, bastando limpeza diária do local com antissépticos e, se preciso, drenagem das pústulas. A acne grave, com múltiplas lesões e inchaço local, precisa de antibióticos por via oral, antissépticos e pomadas antibióticas. A limpeza diária da região em volta da boca e queixo dos gatos, diminui o aparecimento de acne em animais propensos.

A acne nos animais pode ser confundida com outras doenças de pele. É importante que você não tente diagnosticar sozinho e procure a ajuda do veterinário.