Ibope/RPC aponta empate técnico de Richa, Arns, Oriovisto e Canziani

Por: - 27 de setembro de 2018

A pesquisa Ibope/RPC divulgada na noite desta quinta-feira (27/9), considerando a margem de erro de 3%, há um empate técnico entre quatro candidatos que disputam a segunda vaga para o Senado. A sondagem deu o seguinte resultado:

  • Roberto Requião (MDB): 39%
  • Beto Richa (PSDB): 17%
  • Flavio Arns (Rede): 16%
  • Oriovisto Guimarães (Podemos): 15%
  • Alex Canziani (PTB): 14%
  • Mirian Gonçalves (PT): 7%
  • Nelton (PDT): 3%
  • Jacque Parmigiani (PSOL): 2%
  • Rodrigo Reis (PRTB): 2%
  • Roselaine Barroso (Patriotas): 2%
  • Zé Boni (PRTB): 2%
  • Rodrigo Tomazini (PSOL): 2%
  • Compadre Luiz Adão (DC): 1%
  • Gilson Mezarobba (PCO): 1%
  • Brancos/nulos (vaga 1): 13%
  • Brancos/nulos (vaga 2): 19%
  • Não sabe/não respondeu: 44%

Diante do expressivo número de intenções de voto branco, nulos e não sabe/não respondeu, que soma 63%, a situação está indefinida. Os questionários foram aplicados entre os dias 24 e 26 de setembro.

Na pesquisa anterior, feita entre os dias 1 e 4 de setembro, a situação era a seguinte:

  • Roberto Requião (MDB): 43%
  • Beto Richa (PSDB): 28%
  • Flavio Arns (REDE): 17%
  • Alex Canziani (PTB): 11%
  • Professor Wilson Pickler (PSL): 4%
  • Mirian Gonçalves (PT): 3%
  • Nelton (PDT): 3%
  • Oriovisto Guimarães (Podemos): 3%
  • Zé Boni (PRTB): 3%
  • Rodrigo Tomazini (PSOL): 3%
  • Rodrigo Reis (PRTB): 2%
  • Roselaine Barroso (Patriotas): 2%
  • Compadre Luiz Adão (DC): 1%
  • Gilson Mezarobba (PCO): 1%
  • Jacque Parmigiani (PSOL): 1%
  • Brancos/nulos (vaga 1): 13%
  • Brancos/nulos (vaga 2): 30%
  • Não sabe/não respondeu: 31%.

Comparando as duas pesquisas, a maior queda foi de Beto Richa e o maior crescimento de Oriovisto Guimarães.

A margem de erro da pesquisa divulgada nesta quinta é de 3%, foram ouvidos 1.204 eleitores de todas as regiões do Paraná e o nível de confiança é de 95%. Foi registrada no TRE com o número PR-07128/2018 e no TSE BR-03369/2018.

Tem uma dica de notícia? Fez alguma foto legal? Registrou um flagrante em vídeo? Compartilhe com o Maringá Post, fale direto com o whats do nosso editor-chefe.