Reforma do aeroporto de Maringá sem homologação

  • Embora o consórcio J2E, formado pela JMalucelli (Curitiba), Extracon (Maringá) e Aero Tecno (Brasília), que venceu a licitação para reforma das pistas do Aeroporto Regional de Maringá tenha sido habilitado no dia 1 de agosto, até está quarta-feira (29/8) a licitação não foi homologada.

    O preço máximo da licitação era R$ 105,6 milhões e a proposta vencedora foi de R$ 81,5 milhões.

    Os comentários estão fechados, mas trackbacks E pingbacks estão abertos.