O que é amabilidade, afago e masculinidade para a PM do Paraná?

Por: - 14 de agosto de 2018

O Ministério Público quer saber quais os parâmetros de “masculinidade”, “amabilidade” e “afago” exigidos no perfil profissiográfico do edital do concurso público da PM do Paraná para o cargo de cadete.

Ministério Público questiona o critério de “amabilidade”, que aceita nível “baixo” do candidato em relação à sua capacidade de “expressar-se com atenção, compreensão e empatia às demais pessoas, buscando ser agradável, observando as opiniões alheias, agindo com educação e importando-se com suas necessidades”.

Questiona ainda a característica “afago”, descrita como a “capacidade de o indivíduo buscar apoio e proteção; o quanto um indivíduo espera ter seus desejos satisfeitos por alguma pessoa querida e amiga, deseja ser afagado, protegido, amado, orientado, perdoado e consolado, além da necessidade de constantemente ser protegido de sentimentos de abandono e ansiedade, insegurança e desespero”.

Neste ponto, o edital da PM do Paraná exige que o candidato apresente nível menor ou igual a “médio”.

O ofício também requisita informações sobre o parâmetro “masculinidade”, no entanto o edital foi retificado pela PM e a característica teve o nome substituído por “enfrentamento”.

Por fim que saber porque o edital limita em 50% a quantidade de mulheres a serem chamadas.

Tem uma dica de notícia? Fez alguma foto legal? Registrou um flagrante em vídeo? Compartilhe com o Maringá Post, fale direto com o whats do nosso editor-chefe.