Copel e Caixa voltam a negociar conta de luz

Por: - 12 de abril de 2018

Depois da polêmica com o Procon de Maringá, que chegou a aplicar uma multa cautelar de R$ 2 milhões caso a Companhia Paranaense de Energia cortasse o fornecimento de energia aos moradores de Floriano e Iguatemi por falta de pagamento, o imbróglio entre Copel e Caixa Econômica Federal deve chegar a bom termo.

A governadora Cida Borghetti e o presidente da Copel, Jonel Iurk, vão se reunir com a diretoria da Caixa na próxima semana para discutir o rompimento do contrato pelo banco com a Copel.

A reunião foi marcada pela Copel para retomar a negociação sobre o reajuste pedido pela Caixa para manter as casas lotéricas como agente de recebimento das contas.

A Caixa rescindiu, unilateralmente, o convênio que mantinha com a empresa para pagamento das contas de luz nas lotéricas. De praxe no mercado, as empresas pagam uma taxa por fatura para que os bancos aceitem o pagamento.

O contrato da Copel com a Caixa foi renovado em janeiro, com reajuste com base no IGPM conforme previsto em cláusula contratual, e possui vigência até janeiro de 2019. No entanto, em fevereiro o banco reivindicou um reajuste de 47% nesta taxa.

Em tempo: a multa cautelar do Procon de Maringá foi retirada.

Tem uma dica de notícia? Fez alguma foto legal? Registrou um flagrante em vídeo? Compartilhe com o Maringá Post, fale direto com o whats do nosso editor-chefe.