Sindicância apura desaparecimento de hidrômetros

Por: - 5 de abril de 2018

A superintendência do Serviço de Água e Esgoto de Marialva (Saema) abriu sindicância para apurar o desaparecimento de seis hidrômetros novos do almoxarifado do órgão.

O edital criando a Comissão Sindicante foi publicada nesta quinta-feira (5/4) em órgão oficial do município.

O superintendente Luiz Carlos Stéfano disse que a falta foi notada pelo responsável pelo almoxarifado há cerca de uma semana e que não há sinais de arrombamento.

Cada hidrômetro custa cerca de R$ 90,00.

Tem uma dica de notícia? Fez alguma foto legal? Registrou um flagrante em vídeo? Compartilhe com o Maringá Post, fale direto com o whats do nosso editor-chefe.