Trabalhadores e estudantes da saúde recebem capacitação sobre “hepatite de origem desconhecida em crianças”

A Secretaria de Saúde de Maringá realiza uma capacitação sobre hepatites, incluindo a hepatite aguda grave em crianças, para melhor conhecimento sobre a chamada “hepatite de origem desconhecida em crianças”, que chegou a 20 países em todo mundo.
 
Para fazer o diagnóstico desta doença, é preciso descartar as virais (A, B, C, D e E), por isso profissionais da saúde precisam conhecer todas as formas de hepatite.
 
A capacitação é voltada para profissionais e estudantes de saúde, das redes pública e privada, e ocorre nesta sexta (03), às 8h, no auditório Joaquim Lauer, na UniCesumar. A palestra será ministrada a Hepatologista Dra. Aline Oba.
 
Interessados podem fazer sua inscrição pelo e-mail: [email protected], com o nome completo e profissão (ou curso de graduação). Este é o segundo encontro sobre o assunto, o primeiro aconteceu em 27 de maio.
 
“Pouco se sabe a respeito desta Hepatite ainda, mas precisamos estar preparados para atender casos semelhantes aqui”, pontuou o Secretário de Saúde, Clovis de Melo. Segundo a Agência Brasil, do Governo Federal, “a hepatite de origem desconhecida se manifesta de forma muito severa e não tem relação direta com os vírus conhecidos da enfermidade. Em cerca de 10% dos casos foi necessário realizar o transplante de fígado”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.