Como parcerias com freelancers podem ajudar no crescimento da sua empresa

Por: - 14 de maio de 2019

A chamada Gig Economy que é a “economia dos bicos” ou ainda “economia alternativa”, já é uma tendência. E pelo visto essa modalidade de trabalho chegou para ficar. Cada vez mais pessoas e empresas optam por contratar serviços em parceria com freelancers.

Não que essa seja uma prática recente. Fazer um serviço para um vizinho ou amigo em troca de alguns trocados, ou realizar tarefas fora do horário do expediente para ter uma renda extra é mais antigo que andar pra frente. No entanto, alguns fatores do mundo moderno contribuíram para a expansão desse cenário. Dentre eles podemos destacar:

Newsletter Briefing
O que aconteceu de importante em Maringá, todo início de noite no seu email.
Saiba mais ou cadastre-se:
  • a expansão da tecnologia e das redes;
  • mudança de gerações e a chegada dos Millennials ao mercado de trabalho;
  • o crescimento do número de empresas digitais, plataformas e aplicativos.

Por estes motivos, contratar freelancers tem se tornado cada vez mais comum.

E não para por aí… o trabalho freelancer, de alternativa, passou a ser o objetivo de trabalho de muitos profissionais, que buscam aliar qualidade de vida ao crescimento profissional.

Por que contratar um freelancer?

Para quem contrata, os motivos para aderir ao trabalho ou parcerias com freelancers são os mais diversos. Sabemos que lidar com o desafios da vida de empreendedor, mais as responsabilidades e a falta de tempo que ser o dono do negócio acaba causando, não é tarefa fácil. Ainda mais quando o quadro da empresa é enxuto, como no caso de EIRELIs e Microempreendedores.

A sensação é a de que faltam braços para realizar tantas atividades. E nessas horas, contratar um profissional freelancer é uma das formas mais rápidas e efetivas de resolver esse problema.

Mas não são somente pequenos empreendedores que contratam freelancers. Grandes empresas como Gol e Magazine Luiza são exemplos de impérios que sim, aderiram à Gig Economy.

Essas são empresas que contratam tanto freelancers quanto funcionários home office. Isso mesmo, são termos diferentes. Embora utilizados como sinônimos, nem todo freelancer trabalho home office. e nem todo home office é freelancer. Quer entender a diferença? Continue lendo para nao passar vergonha na hora de buscar um profissional.

Diferença entre freelancer e home office

Nem todo Freelancer trabalha Home Office

Aqui começa a separação dos termos. Por exemplo: você pode contratar um freelancer que necessariamente realize a tarefa no seu escritório — como um técnico de ar condicionado, que vá ao local realizar a limpeza do equipamento, após o expediente normal do escritório. Esse é o exemplo de um trabalho freelancer, ou seja, livre.

Embora esteja na empresa, o freelancer não é seu funcionário, não trabalha necessariamente durante o expediente e normalmente realiza uma única tarefa ou trabalho específico (como consertar algo ou desenvolver um projeto único). O freelancer também pode trabalhar de casa, se a atividade permitir, como é o caso de redatores de artigos, que enviam seus textos por e-mail. Já um fotógrafo de eventos é um freelancer que necessariamente precisa estar no local na hora da execução do trabalho principal.

Nem todo Home Officer é Freelancer

Para desfazer o nó que esses termos fazem na sua mente, vamos a outro exemplo, este ainda mais simples. Home Office é a tradução para “escritório no lar”. Ou seja, é a modalidade de trabalho em que o funcionário trabalha a partir de casa. Esse funcionário não é necessariamente um freela. Existem empresas que optam por essa modalidade de trabalho, mesmo assinando a carteira do funcionário. Um exemplo é a Gol, que contrata CLT, com todos os direitos, mas em algumas funções o funcionário trabalha a partir de casa.

Geralmente, quem contrata Home Office, exige que o funcionário esteja em algumas datas na sede da empresa, que funciona como uma base. Desse modo, tudo pode ser pré-determinado pela empresa, inclusive os horários que o funcionário vai trabalhar.

Contratar Home Office traz diversos benefícios para a empresa, como a redução de custos com postos de trabalho, infraestrutura, deslocamento dos funcionários que trabalham do conforto do lar.

Nota: freelancers, pela legislação trabalhista, não podem ter horários, frequência e nem uma subordinação determinada. Essas práticas caracterizam vínculo empregatício. Portanto, atenção para isso.

Mas, quando pode ser interessante contratar freelancers?

Quase sempre! Freelancers significam grandes oportunidades de crescimento para empresas. Veja alguns motivos.

Freelancers para a expansão da empresa

Se a sua empresa está em fase de expansão, contratando freelancers é possível dar foco às atividades mais importantes do processo. Desse modo, você não precisa contratar e treinar profissionais diversos. Você só precisa contratar profissionais que já tenham com as habilidades necessárias para complementar seu projeto ou executar a fase necessária da expansão.

Testando novas frentes de trabalho

Vamos dizer que uma das alternativas para o próximo ano seja operar sua empresa em um turno ou uma área diferente da atual. Em vez de investir e contratar uma equipe, iniciar o trabalho sem ter uma previsão do que pode acontecer, é mais prático contratar freelancers. Todas as incertezas sobre a nova operação podem ser elucidadas, na prática e em menor escala, por meios da parceria com os freelancers. Com o aprendizado dessa “força-tarefa” freela, sua empresa poderá tomar as melhores decisões em relação à nova frente de trabalho.

Freelancers ajudam sua empresa a economizar

Isso não somos nós que estamos dizendo. Segundo matéria da revista Forbes, 57% das empresas que contratam freelancers têm reduções de custos. No Brasil, faltam dados de pesquisa mas isso é bem fácil de comprovar. Afinal, encargos trabalhistas como FGTS, férias, décimo terceiro salário e benefícios concedidos a empregados acabam onerando muito o custo de funcionário fixo. Costuma-se dizer que um funcionário custa duas vezes o seu salário à empresa. contratando freelancer, o custo realmente é só o estabelecido no contrato.

A contratação de freelancers é mais rápida

Certamente, o tempo e recursos envolvidos na contratação de um funcionário, além de onerosos para a empresa, são desgastantes para os prestadores de serviços. Todo o processo de seleção, entrevistas, exames médicos, palestras, número de documentações exigidas. Por mais simples que seja o trabalho, você pode levar mais de um mês para ter um funcionário apto a prestá-lo.

Já com a contratação de um freelancer especialista, é possível ter o início do serviço muito mais rápido. Em plataformas como Workana, é possível inclusive, contratar um profissional para início no mesmo dia. Claro, tudo vai variar de acordo com a complexidade da tarefa a ser realizada.

Possibilidade de atender demandas específicas

Algumas empresas têm demandas sazonais. Por exemplo, o comércio tem maior necessidade de vendedores no Natal. Já quem vende chocolates, vê a demanda triplicar na Páscoa. Mas são demandas sazonais que não justificam a manutenção de funcionários durante o ano todo. Por isso, contratar profissionais freelancer vai atender a sua demanda sem gerar encargos e mais trabalho com RH depois.

Freelancers em geral são mais especializados

Quando se contrata um funcionário, por horário fixo, ele é um recurso valioso da empresa. E buscamos sempre que esse recurso esteja de fato ocupado. Por isso, ele tende a desempenhar várias tarefas. Por exemplo, um assistente de nível médio, durante a sua jornada de trabalho realiza diversas tarefas. Esse profissional generalista irá realizar medianamente a maioria das tarefas, pois não tem tempo — ou aptidão — para se especializar, sempre atendendo a novas demandas que o mantém cada vez mais ocupado.

Mas, e se você pudesse ter um funcionário especializado para cada tarefa? Um funcionário fera em construção de sites, outro em redação de artigos e ainda outro em programação de sistemas? E só empregá-los no momento em que são realmente necessários? Essa é uma vantagem da contratação de freelancers.

Em resumo, um freelancer pode auxiliar e impulsionar o crescimento da sua empresa de diversas formas, trazendo mão de obra qualificada, sem no entanto, onerar o caixa além do devido.

Você já teve freelancers trabalhando no seu negócio? Como foi a sua experiência? Compartilhe conosco comentando abaixo.

Tem uma dica de notícia? Fez alguma foto legal? Registrou um flagrante em vídeo? Compartilhe com o Maringá Post, fale direto com o whats do nosso editor-chefe.