Maringá Post
Maringa Póst - Independente, sempre.

Ações de combate à dengue foram redobradas no Paraná, neste sábado (16)

Compartilhar

Mesmo com o calorão, equipes municipais, em parceria com as Regionais de Saúde, fizeram e remoção de focos do Aedes aegypti.


Compartilhar
Compartilhar

Profissionais de saúde, gestores municipais, crianças, adultos e instituições se uniram neste sábado (16) em todo o Estado para o combate à dengue. A ação fez parte da mobilização estadual da Secretaria de Estado da Saúde, Defesa Civil, integrantes do Comitê Intersetorial para o Controle da Dengue e da primeira-dama do Estado, Luciana Saito Massa, que convocaram os paranaenses a participarem ativamente do enfrentamento à doença, em várias frentes, como limpeza de locais onde o mosquito transmissor pode se reproduzir e ações educativas.

Mesmo com as altas temperaturas registradas em todo o Paraná, as equipes municipais, em parceria com as Regionais de Saúde, realizaram remoções de focos do mosquito Aedes aegypti em casas, terrenos baldios e espaços públicos, como praças. Os profissionais também realizaram entrega de material impresso com orientações sobre a doença e sobre prevenção, em ruas e escolas do Estado.

O secretário de Estado da Saúde, Beto Preto, ressaltou a importância da iniciativa e da dedicação de todos que participaram das ações. “O combate à dengue no Paraná acontece todo dia, mas neste sábado o esforço foi dobrado. Temos de fortalecer as ações também dentro de casa, no fundo do quintal, contamos com a colaboração de todos para vencermos essa batalha”, disse.

EMERGÊNCIA

O Paraná está em situação de emergência em saúde pública para a dengue desde quinta-feira (14). A medida foi tomada pela Secretaria de Estado da Saúde devido ao aumento no número de casos e óbitos confirmados pela doença nas últimas semanas. O decreto 5.183/2024 terá vigência por 90 dias e tem como finalidade reforçar ações adotadas para o controle e combate à doença.

Nesta sexta-feira (15), o Governo do Estado lançou mais uma campanha para combater a dengue. Dessa vez, como forma de chamar atenção para o tema, recorreu à inteligência artificial para falar sobre a importância das medidas simples de combate ao mosquito, como não deixar água parada, ambiente propício para a criação do Aedes Aegypit.

AEN

Foto: SESA


Compartilhar

Comentários estão fechados.