Maringá Post
Maringa Póst - Independente, sempre.

Pedágio no Paraná: Quanto custará ir de Maringá até Curitiba?

Compartilhar

Nesta semana, a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) divulgou os valores das tarifas nas praças dos lotes 1 e 2, que deverão retornar com as cobranças a partir do dia 23 de março. De Maringá até a capital, três praças voltarão a cobrar tarifa já na próxima semana, a depender da rota seguida pelos motoristas.


Compartilhar
Compartilhar

Nesta semana, a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) divulgou os valores das tarifas nas praças dos lotes 1 e 2, que deverão retornar com as cobranças a partir do dia 23 de março. De Maringá até a capital, três praças voltarão a cobrar tarifa já na próxima semana, a depender da rota seguida pelos motoristas.

Por Redação

A Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) anunciou na última terça-feira (12) os valores das tarifas de pedágio das praças dos lotes 1 e 2 das rodovias do Paraná. Eles foram publicados no Diário Oficial da União. Com as novas concessionárias já administrando as rodovias há cerca de um mês, a tendência é que as cobranças de tarifa retornem já a partir da 0h do dia 23 de março.

Destino comum de maringaenses, quem optar por ir da Cidade Canção até Curitiba de carro precisa ficar atento. Três praças retornam as cobranças já na próxima semana, a depender da rota seguida pelos motoristas. Uma das praças que retornam a cobrança neste trajeto é a de São Luiz do Purunã, onde o valor da tarifa para automóveis será de R$ 8,70.

A depender do trajeto escolhido, maringaenses que precisam ir para a capital podem passar ainda pelas praças de Irati e Lapa, que também retomam as cobranças. Nelas, os valores atualizados serão de R$ 10,20 e R$ 11,50, respectivamente. Caso o motorista seja obrigado a passar pelas três praças, deverá gastar R$ 60,80 em pedágio, num trajeto de ida e volta.

Viajantes que trafegarem pelas praças de pedágio nos próximos dias deverão passar pelas cabines das praças sem a necessidade de pagamento. Nelas, receberão material informativo, com a tabela de tarifas a serem praticadas no trecho, além de informações sobre os serviços de atendimento aos usuários prestados pela concessionária.

No Lote 1, os descontos em relação à última tarifa praticada nas mesmas praças em novembro de 2021 varia de 9,38% a 28,76%. Em São Luiz do Purunã (de R$ 9,60 para R$ 8,70), o valor é 9,38% inferior; na Lapa (de R$ 15,30 para R$ 11,50), o desconto é de 24,84%; em Porto Amazonas (de R$ 15,30 para R$ 10,90), a queda é de 28,76%; em Imbituva (de R$ 13,40 para R$ 10,00), a redução é de 25,37%; e em Irati (de R$ 13,40 para R$ 10,20), a tarifa é 23,88% menor.

No Lote 2, os descontos aplicados em relação a novembro de 2021 variam de 0,87% a 50,82%. Em São José dos Pinhais (de R$ 23,30 para R$ 22,60), a diferença é de 3%; em Jacarezinho (R$ 24,40 para R$ 12,00), o valor é 50,82% menor; em Carambeí (R$ 11,50 para R$ 11,40), a redução é de 0,87%; e em Jaguariaíva (R$ 8,70 para R$ 7,60), a queda é de 12,64%. Sengés e Quatiguá não terão praças nesse primeiro momento. Os valores são diferentes da tarifa-base apresentada em leilão por causa da aplicação do Índice de Reajustamento Tarifário (IRT), que representa a variação da inflação de 15,75% entre 2021 e 2024.

Os contratos também preveem que os motoristas que utilizarem frequentemente as estradas terão descontos mensais progressivos nas tarifas cobradas. O modelo prevê que, a cada vez que o motorista passar, em um mesmo mês, por uma praça de pedágio utilizando uma tag eletrônica de pagamento automático, ele tenha um desconto aplicado na tarifa. A ideia é beneficiar moradores de cidades próximas a praças ou que utilizam muito um mesmo trecho.

As concessionárias estão operando nos trechos concedidos desde o final de fevereiro, com execução das primeiras obras de manutenção e de serviços operacionais. As empresas já iniciaram as operações de tapa-buracos, terraplanagem e obras de recuperação da pavimentação. A Via Araucária, responsável pelo lote 1, atende pelo telefone 0800 277 0376, e a EPR Litoral Pioneiro, administradora do lote 2, usa o telefone 0800 277 0153.

Veja abaixo os valores das praças que retomam as cobranças na próxima semana:

Praças com as novas tarifas no Lote 1:

São Luiz do Purunã – R$ 8,70

Lapa – R$ 11,50

Porto Amazonas – R$ 10,90

Imbituva – R$ 10,00

Irati – R$ 10,20

Praças com as novas tarifas no Lote 2:

São José dos Pinhais – R$ 22,60

Jacarezinho – R$ 12,00 (três praças)

Carambeí – R$ 11,40

Jaguariaíva – R$ 7,60

Imagem Ilustrativa/Arquivo/AEN


Compartilhar

Comentários estão fechados.