Confiança do comércio no Paraná tem aumento de 0,6% em fevereiro, aponta pesquisa

Compartilhar

Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil

Pesquisa da CNC e Fecomércio PR revela que micro e pequenas empresas são as mais satisfeitas com a situação atual e as expectativas.

O Índice de Confiança do Empresário do Comércio (ICEC) voltou a crescer no Paraná. Com 106,2 pontos, aumentou 0,6% em fevereiro na comparação com o mês anterior. Os dados são da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) e da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Paraná (Fecomércio PR).

Os empresários paranaenses têm se mostrado menos confiantes do que a média nacional desde dezembro de 2022. Em fevereiro, o ICF brasileiro ficou em 109,7 pontos, com elevação mensal de 2,4%.

Os empreendedores do estado estão receosos principalmente com relação às condições atuais da economia, do comércio e da situação das próprias empresas. Com 83,8 pontos, o fator Condições Atuais do Empresário do Comércio (ICAEC) está abaixo da zona de satisfação de 100 pontos. Desde março de 2023 esse quesito se mantém no patamar de insatisfação, mesmo com a elevação de 4,7% de janeiro para fevereiro.

Por outro lado, as Expectativas do Empresário do Comércio (IEEC) cresceram 0,8% na variação mensal e marcam 133,6 pontos. Já a previsão de Investimentos do Empresário do Comércio (IIEC) caiu 2,8% e está em 101,3 pontos.

As micro e pequenas empresas são as mais confiantes, com pontuação de 106,3 ante os 103,2 pontos entre as médias e grandes empresas. Pela primeira vez, após quase oito anos, o ICEC dos estabelecimentos de maior porte foi inferior ao índice registrado entre as lojas de menor porte. Essa inversão colocou o Paraná na 26ª posição do ranking brasileiro do indicador entre as empresas com mais de 50 funcionários.

Enquanto as Expectativas do Empresário do Comércio (IEEC) e Condições Atuais do Empresário do Comércio (ICAEC) tem crescido nos últimos meses entre os estabelecimentos com até 50 funcionários, nas empresas de médio e grande porte tais fatores vem caindo. Já o aspecto Investimentos do Empresário do Comércio (IIEC) vem sofrendo redução em todos os tamanhos de empresas.

DOWNLOAD GRÁFICOS

Compartilhar

Autor

Notícias Relacionadas