Pesquisa do Procon indica gás mais barato que pesquisa da ANP em Maringá

Compartilhar

Texto: Andye Iore / Procon

O Procon, da Prefeitura de Maringá, faz um monitoramento real do preço do gás de cozinha em Maringá. A pesquisa mensal compara valores de 42 estabelecimentos que vendem o botijão de 13 quilos do Gás Liquefeito de Petróleo (GLP). Enquanto que o levantamento da Agência Nacional de Petróleo (ANP) é feito em apenas 16 locais. E nem sempre aponta onde tem o botijão mais barato. “A nossa pesquisa é mais ampla e mostra a realidade do mercado”, justifica o coordenador do Procon, Flávio Mantovani. “Não se pode apontar que é mais caro sem mostrar todos os dados. Estamos sempre divulgando a pesquisa completa mensalmente em Maringá”.

A pesquisa de janeiro indicou cinco estabelecimentos maringaenses vendendo botijão de gás entre R$ 85 e R$ 90. Já a pesquisa da ANP mostra que o gás mais barato em Maringá está R$ 95. Ou seja, R$ 10 mais caro que mostra a pesquisa do Procon. Outro discrepância grande está no preço médio. A do Procon indica R$ 101 e da ANP R$ 118. Ou seja, o Procon passa informações mais corretas ao consumidor. O que colabora no planejamento e economia no orçamento familiar.

Outra vantagem da pesquisa feita pelo Procon maringaense é que são diferenciados os valores de entrega do botijão e para retirada no local de venda. Enquanto que a ANP não especifica qual modalidade de venda é.

Mantovani também indica que é importante pesquisar antes de comprar. Assim, além de pagar mais barato, o consumidor ajuda a fazer com que a loja que vende mais caro, precise baixar os preços para poder vender também.

AMPLIAÇÃO – O Procon maringaense ressalta que ampliou os segmentos de pesquisas visando ajudar mais o consumidor. Estão previstas aproximadamente 50 pesquisas a serem feitas em 2024. Entre elas, sobre cesta básica, gás de cozinha, material de construção, medicamentos, kit bebê, material escolar, ovos de Páscoa, pescados, exames médicos, entre outros.

CONFIRA AQUI A PESQUISA

DADOS – Confira as diferenças na pesquisa de janeiro de 2024 em Maringá:
RETIRADA
• mais barato R$ 85
• mais caro R$ 120
• diferença 41,18%
• economia R$ 35

ENTREGA
• mais barato R$ 100
• mais caro R$ 125
• diferença 25%
• economia R$ 25

SERVIÇO
As pesquisas de preço feitas pelo Procon de Maringá podem ser conferida na página do Instagram
@proconmarina

ou no link das pesquisas, AQUI.


Compartilhar