Bailarina de Maringá faz vaquinha online para participar de audição em Londres

Compartilhar

Luana Gali, de 20 anos, iniciou no ballet ainda na infância e já atuou no Bolshoi Brasil. Recentemente, ela recebeu a chance de participar de três audições internacionais e agora tenta levantar os recursos necessários para custear a viagem.

Por Victor Ramalho

A paixão pela dança surgiu ainda na infância. Quando tinha 8 anos, Luana Gali começou a frequentar a Escola de Ballet Nara Dutra, em Maringá. Ela conta que, no começo, o objetivo era outro.

“Bem no início, eu entrei na Escola para praticar dança área, mas aos poucos fui influenciada pela minha irmã mais velha, que já praticava o ballet por mais tempo. E vivendo diariamente eu fui descobrindo esse amor pela dança clássica. Aos meus 15 anos entrei na Escola do Teatro Bolshoi no Brasil em Joinville-SC e me formei em dança clássica em 2021”, disse.

Após mais de 10 anos vivendo o ballet intensamente, Luana foi abrindo portas que qualquer bailarino sonha. Durante dois anos, atuou profissionalmente no Bolshoi Brasil, participando da Companhia Jovem e realizando espetáculos pelo país. Atualmente com 20 anos de idade, a maringaense é bailarina profissional da Cia de Ballet Dalal Achcar, no Rio de Janeiro. Mas o sonho de Luana está fora do Brasil.

Recentemente, ela foi convidada a participar de uma audição da London City Ballet, em Londres, uma das principais companhias mundiais do ramo. A audição está prevista para ocorrer no dia 13 de janeiro de 2024 mas, para chegar até lá, a jovem precisa custear a viagem e hospedagem, mas os valores são inviáveis para serem bancados pela profissional. Para isso, a bailarina lançou uma vaquinha online, onde planeja arrecadar R$ 10 mil para poder participar da audição.

“Meu objetivo é chegar até Londres, mas sei que os custos são bem altos, ainda mais por estar em cima da hora, mas toda tentativa vale a pena, por isso criei essa vaquinha virtual, a fim de realizar a audição. Para realizar esta audição eu passei por uma seleção de vídeo e fui aprovada. São muitas pessoas que buscam esse tipo de processo e a de Londres teve o maior número de candidatos para a seleção. A primeira conquista foi dada, agora busco alcançar esse sonho e levar a arte para outros países, e crescer cada vez mais como bailarina profissional”, afirmou.

Qualquer pessoa pode contribuir para a vaquinha lançada pela bailarina maringaense, clicando aqui. Até o fechamento desta reportagem, Luana já havia arrecadado pouco mais de R$ 1.700.

Além da audição na Inglaterra, Luana também foi convidada para participar de outras seletivas internacionais, em Santiago (Chile) e Nova Iorque (Estados Unidos). “Caso não chegue (até Londres), eu utilizarei o que arrecadar para as outras duas opções que são mais viáveis no momento. Todas essas companhias me contribuiriam para desenvolver e crescer nesta carreira profissional, pois são renomadas e trazem grande bagagem para um bailarino”, finaliza.

Foto: Divulgação


Compartilhar