Dois homens, suspeitos de roubarem veículos, morrem em confronto com a PM na zona rural de Maringá

Dois homens que ocupavam veículos roubados, morreram na manhã desta quinta-feira, 26, em uma intensa troca de tiros com policiais militares do Pelotão de Choque do 4ªBPM. O confronto aconteceu na Estrada do Português, nos fundos do Conjunto Thaís, na área rural de Maringá. Além dos suspeitos que morreram, outras três pessoas foram presas. Segundo o tenente Rodrigues, oficial do 4ªBPM, a PM foi informada, que um bando ocupando um veículo modelo VW Voyage, havia praticado um assalto na região do Maringá Velho. Durante a ação criminosa, os suspeitos roubaram um veículo VW UP, que seria um carro de aplicativo.

A vítima informou a central da PM, as características do carro roubado, do veículo usado pelos criminosos, e dos assaltantes que fugiram. Um aparelho celular, levado pelos ladrões, contém o sistema de rastreamento. Com isso, os militares conseguiram identificar o suposto paradeiro da quadrilha. Ao chegarem no endereço indicado pelo sistema, dois dos homens não acataram a ordem policial e entraram em confronto com os policiais. A dupla foi baleada e morreu na hora. Os suspeitos portavam dois revólveres e uma pistola. O veículo Voyage pertence a uma professora. Ela foi assaltada na semana passada, quando saía de um supermercado. O carro estava com placas clonadas.

Os homens que morreram não foram identificados oficialmente. Um deles teria 19 anos. Os corpos foram encaminhados para o IML de Maringá. Investigadores da DHPP (Divisão de Homicídios) e um perito da Polícia Científica, estiveram na cena do tiroteio.

Segundo caso

Esse foi o segundo confronto registrado em Maringá, num intervalo de 12 horas. No início da madrugada, um homem morreu em uma troca de tiros com policiais militares, na zona sul da cidade. A PM informa que o indivíduo havia praticado um roubo, na área central da cidade. Na tentativa de abordagem, ele atirou na guarnição que reagiu matando o indivíduo que não portava documentos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.