Policiais militares que agrediram motociclista são afastados das ruas

policiais agridem motociclista
Compartilhar

Os dois policiais que agrediram um motociclista em Almirante Tamandaré (cerca de 430 km de Maringá) foram afastados do policiamento nas ruas. A informação foi divulgada pela Polícia Militar.

Foi instaurado um inquérito para apurar as circunstâncias da abordagem. Com a decisão, os policiais irão atuar em serviços administrativos em outro município, cujo nome não foi divulgado pela instituição.

O caso aconteceu na madrugada do dia de natal (25 de dezembro) e a agressão foi registrada por uma câmera de segurança. Nas imagens, é possível ver que a viatura entrou na contramão e bate frontalmente com o motociclista, que seguia pelo sentido correto da via. Com o impacto da colisão, o piloto cai sobre o asfalto.

Atenção: As imagens do vídeo são fortes, então prossiga com cautela.

Vídeo: Câmera de segurança

Em seguida, os policias saem de dentro da viatura e começam a dar chutes na cabeça do motociclista, que estavam sem capacete. Em seguida, o rapaz é algemado e arrastado para a calçada, momento em que leva mais chutes. Um dos agentes ainda pega o celular do motociclista e joga com força no chão.

O jovem agredido, de 19 anos, trabalha como motoboy e não tem passagens pela polícia. Ele sofreu lesões na cabeça e precisou levar 28 pontos nas pernas por conta da colisão contra a viatura. Após a agressão, ele foi levado com ferimentos até a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Almirante Tamandaré.

Em entrevista à RPC, o motoboy fala sobre a frustração em relação à atitude dos policiais.

“Eu trabalho em dois empregos, um de dia e um de noite. Nunca roubei, nunca fiz nada pra ninguém, pra eles me agredirem assim. É dificil de falar. Quem tá aí pra proteger a gente faz isso com a gente, trabalhador”, desabafou.

Foto: Câmera de segurança


Compartilhar