Intoxicação pode ter sido a causa da morte de 4 jovens achados dentro de BMW, em Balneário Camboriú

jovens mortos BMW Balneário Camboriú
Compartilhar

Na manhã desta segunda-feira (1), quatro pessoas morreram após serem encontradas dentro de uma BMW, em Balneário Camboriú (litoral de Santa Catarina). A suspeita é de que a causa da morte foi por intoxicação.

Quando as equipes do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) e do Corpo de Bombeiros chegaram ao local, as vítimas estavam em parada cardiorrespiratória. Os socorristas realizaram manobras de reanimação, mas, após aproximadamente 40 minutos, a equipe médica constatou o óbito do grupo.

De acordo com o delegado Bruno Effori, a investigação já identificou uma perfuração no veículo jogando monóxido de carbono para dentro dele.

Entre as vítimas estavam três homens e uma mulher. Eles eram naturais de Paracatu, em Minas Gerais, e tinham 16, 19, 21 e 24 anos.

Uma jovem, que também estava no carro, foi a única sobrevivente do grupo. Ela foi encaminhada para exame de corpo de delito e em seguida foi ouvida pela polícia.

Em seu depoimento, ela relatou que saiu de Minas Gerais de ônibus e foi encontrar o namorado e os amigos na rodoviária de Balneário Camboriú. Em seguida, o grupo seguiria viagem para Florianópolis (capital de Santa Catarina).

“Ela chega aproximadamente duas horas antes do veículo e fica aguardando na rodoviária. Aí o veículo chega e eles (ocupantes) avisam para ela que estão passando mal. Eles relatam náusea, tontura, tremedeira, entenderam por bem esperar até melhorar”, relata o delegado Bruno Effori.

Neste tempo, a jovem entra e sai do carro algumas vezes. Ela foi a única que não permaneceu o tempo todo dentro do veículo. Depois de algum tempo, os demais ocupantes do carro desmaiaram e o socorro foi acionado no início da manhã.

A Polícia Civil aguarda o laudo da Polícia Científica para confirmar a causa das mortes.

Foto: PMSC / Divulgação


Compartilhar