Acadêmica é acusada de abusar de professora por causa de ‘desafio’

Acadêmica de medicina de veterinária teria tocado nas partes íntimas de professora. O ato de abuso teria sido para cumprir uma aposta.
Foto: Redes sociais

Uma estudante de medicina veterinária de uma Universidade de Maringá é acusada de ter abusado de uma de suas professoras. O caso ocorreu na última quinta-feira (28).

A acadêmica teria tocado nas partes íntimas da professora – situação que aconteceu na presença de outros estudantes da turma. Segundo relato dos próprios alunos, tudo começou por causa de um desafio proposto entre os colegas.

A professora precisou ser atendida na enfermaria, devido ao grande abalo emocional causado pela violência.

Em imagens de Whatsapp que circularam pelas redes sociais, a acadêmica teria pedido desculpas sobre o ocorrido, demonstrando arrependimento pelas suas ações. Veja a seguir:

Em seguida, outro aluno se manifesta, dizendo que para este tipo de caso, só uma punição resolve. Veja a seguir:

A instituição enviou uma nota à imprensa, lamentando o ocorrido. Leia na íntegra:

“NOTA À IMPRENSA

A Unicesumar informa que teve conhecimento de uma ocorrência, na manhã da última quinta-feira (28), no campus de Maringá, onde uma professora teria sido agredida por uma aluna da instituição.

A instituição prestou imediatamente todo o apoio à professora e determinou a imediata abertura de sindicância interna para apuração dos fatos e aplicação das medidas disciplinares, sem prejuízo da eventual responsabilização criminal.

É inadmissível qualquer forma de agressão, principalmente no ambiente acadêmico, onde preza pela argumentação, tolerância e respeito.”