Polícia Civil concluiu que assassinato de petista em Foz não teve motivação política

 Foto: Arquivo pessoal

A Polícia Civil do Paraná indiciou hoje (15/07) o policial penal Jorge Guaranho por homicídio qualificado e motivo sórdido pelo assassinato do guarda municipal e tesoureiro do PT de Foz do Iguaçu, Marcelo Arruda, no último final de semana. A investigação concluiu que ele cometeu o crime de causar perigo comum, porque outras pessoas que estavam na festa poderiam ter sido atingidas pelos disparos.

*Com informações Bem Paraná