Homem é flagrado se masturbando próximo a crianças em Maringá

Uma moradora registrou o momento do crime, em que o homem é visto se masturbando na frente de sua residência enquanto olhava para crianças.
Foto: Reprodução

Um homem foi flagrado cometendo ato libidinoso em público nesta quinta-feira (14). O caso aconteceu no Jardim Alvorada em Maringá.

Uma moradora relata que na manhã de quinta-feira (14), seus filhos estavam brincando na área da frente da casa, quando ela percebeu que eles conversavam com alguém no portão. Quando ela se aproximou, havia um homem lá, que pediu água para a moradora e ela foi buscar.

Quando ela retornou com o copo d’água, percebeu que o homem estava se masturbando enquanto olhava para as crianças. A cena foi gravada pela moradora, e o homem, ao perceber que estava sendo filmado, saiu de lá rapidamente. A gravação do vídeo foi encaminhada à polícia.

Se alguém tiver mais informações sobre a identificação deste sujeito, ou viu um caso semelhante acontecendo, ligue para a Polícia Militar (190) ou Guarda Municipal (153) e denuncie.

Sobre o crime

O crime de importunação sexual está previsto na Lei nº 13.718/2018. O artigo descreve como crime o ato de praticar ato libidinoso (de caráter sexual), na presença de alguém, sem sua autorização e com a intenção de satisfazer lascívia (prazer sexual) próprio ou de outra pessoa.

Segundo o Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios, podem ser considerados atos libidinosos, práticas e comportamentos que tenham finalidade de satisfazer desejo sexual, tais como: apalpar, lamber, tocar, desnudar, masturbar-se ou ejacular em público, dentre outros. A pena prevista é de um a cinco anos de reclusão, isso se o ato não constituir crime mais grave.