Médico é agredido até a morte dentro de casa no Paraná

Um médico de 44 anos foi agredido até a morte em Prudentópolis, na região central do Paraná, na noite de domingo (5). Segundo a Polícia Militar (PM), um jovem de 19 anos que estava na casa da vítima foi o responsável pelas agressões.

A Equipe do Corpo de Bombeiros esteve no local e encaminhou a vítima, para a Santa Casa da cidade, mas o médico não resistiu e veio a óbito.  

Conforme o delegado, o autor do crime disse em depoimento que os dois eram “ficantes”.

Aos policiais, o jovem disse que foi agredido pela vítima e então revidou com socos e chutes. De acordo com o delegado que acompanha o caso, ele também disse que matou, Fábio Maia, porque estava sob o efeito de drogas. 

Na residência, os socorristas encontraram marcas de sangue na cama e nas paredes. Também foram apreendidos pela polícia três celulares na casa, sendo dois da vítima e um do suspeito.


Em nota, a Prefeitura de Prudentópolis lamentou a morte do médico e afirmou que Fábio “deixa como legado o seu admirável trabalho em favor da saúde dos munícipes de Prudentópolis e seu exemplo de profissional dedicado e ético”.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.