Após roubo em Maringá, professor é mantido refém por aproximadamente seis horas

Após ser roubado, um professor do Colégio Estadual Gastão Vidigal, em Maringá, foi mantido refém por aproximadamente seis horas. A vítima relatou que por volta das 14h20 de ontem, 17, no intervalo de uma das aulas, foi até o carro dele que estava estacionado defronte ao colégio. Ao entrar no automóvel, foi surpreendido por três homens armados e vestindo roupas que seriam de uma construtora. O trio anunciou o assalto e saiu do local levando o professor.

O homem relatou que sofreu várias ameaças de morte. Os criminosos obrigaram que ele passasse a senha de alguns cartões. Na sequência ele foi levado para Astorga, Arapongas e Cambé. Nessas cidades, o trio realizou saques em terminais eletrônicos e diversas compras. Já no início da noite, um dos assaltantes trouxe ele de volta a Maringá e o abandonou próximo a uma linha férrea. Na sequência o criminoso fugiu com o carro da vítima – um Fiat Pálio, placas EYC 7293.

Na cidade de Arapongas, dois dos três assaltantes, foram presos pela Polícia Militar. Segundo a PM, após uma ligação no 190, o solicitante informou que dois homens estariam realizando compras de forma aleatória, em algumas lojas na área central. A dupla estava agitada demonstrando nervosismo. Com essas informações em mãos e as características dos suspeitos, o comunicado foi repassado para a rede de viaturas.

Uma das equipes localizou os indivíduos. Na tentativa de abordagem, eles abandonaram várias sacolas e saíram correndo mas foram alcançados pelos policiais. Com eles, foram localizados documentos e cartões da vítima. Questionados a respeito desses documentos, eles confessaram que na companhia de um terceiro criminoso, praticaram um assalto na zona 7 em Maringá, e que mantiveram a vítima refém. O terceiro suspeito não foi localizado. A dupla foi conduzida até a delegacia. O caso segue sob investigação.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.