Vai viajar durante o carnaval? Cuidado ao sair de casa para não ter surpresas desagradáveis ao voltar

Durante o feriado de Carnaval pessoas aproveitam para viajar a lazer, mas para que o passeio seja tranquilo e sem surpresas desagradáveis no retorno é necessário tomar algumas medidas de segurança. Neste período, a Polícia Militar do Paraná está com policiamento reforçado em várias regiões do Estado, além do trabalho rotineiro já feito diariamente nos municípios, mas alerta a população que algumas atitudes podem fazer a diferença na segurança da família e da residência.

As orientações visam reduzir as possibilidades de ações criminosas. O comandante do 1º Comando Regional da PM, coronel Renato de Oliveira Ribas Filho, diz que ao viajar é importante deixar alguém de confiança, como um parente ou um vizinho, avisado e que possa ir ao imóvel regularmente para verificar se está tudo certo e, em caso de eventuais emergências, poderá comunicar a família de imediato e, principalmente, acionar a PM.

Recomenda, também, que objetos de valor, como joias e dinheiro, sejam guardados em locais seguros ou menos visados da casa. Ferramentas e outros objetos que possam ser usados por invasores e facilitar o arrombamento de portas e janelas devem ser guardados no interior da residência ou em depósito específico. “Também é importante que brinquedos, bicicletas, máquina de lavar, entre outros, sejam recolhidos, pois estando à vista podem motivar a entrada de alguém no terreno”, diz o coronel.

Alguns hábitos que chamam a atenção de criminosos também devem ser evitados, de acordo com o coronel. “Próximo à residência, em locais públicos, o morador deve evitar comentar que vai viajar e que a casa ficará sozinha, pois isso pode alertar pessoas mal-intencionadas. Ainda, caso o morador tenha telefone fixo ou campainha, a orientação é que ambos sejam desligados ao sair de viagem, pois são dispositivos que podem ser utilizados para sondar ou identificar se há alguém na casa”, alerta.

Sobre os dispositivos de segurança, ele explica que é preciso checar tudo com antecedência e também fazer uma conferência na hora do deslocamento. “Antes de sair de casa, a família deve testar todas as trancas das portas e janelas, verificar se estão fechadas”, frisa. “E para quem possui sistemas de alarmes ou câmeras de monitoramento, é preciso confirmar se estão funcionando corretamente, pois eles dificultam invasões ou arrombamentos e facilitam a identificação de criminosos”, orienta.

O oficial indica, também, cuidados que parecem irrelevantes, mas que ajudam a manter a discrição do imóvel. “A pessoa de confiança, que vai cuidar da casa durante o período de ausência, deve ir ao local, sempre que possível, para esvaziar a caixa de correios, por exemplo, pois o acúmulo de correspondências indica a ausência de pessoas. As luzes também devem ser apagadas durante o dia para que não chamem a atenção”, recomenda.

PM registra queda de 31,7% em roubos no Litoral durante a temporada

Animais de estimação
A PM também lembra que os animais de estimação não podem ser esquecidos ou abandonados nos períodos de férias, pois dependendo do caso isso configura crime. “Durante o período de férias ou viagem, as famílias devem tomar todos os cuidados em relação aos animais de estimação. É importante que alguém vá ao local, como a pessoa escolhida para cuidar do imóvel, para alimentar e trocar a água do animal, se a família não puder levá-lo para a viagem. Outra opção são os serviços particulares, que hospedam e cuidam de animais domésticos, como num sistema de hotelaria, por exemplo”, afirmou.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.