Homem que se apresentava como líder espiritual e mestre de capoeira é preso por abusar sexualmente de mulheres em Maringá

Adolescente apreendido

Está preso em Maringá, um homem de 65 anos suspeito de abusar sexualmente de seis mulheres e uma adolescente de 16 anos. O homem que é mestre de capoeira se apresentava também como líder religioso e foi preso pela Polícia Civil em casa no Conjunto Requião, zona norte de Maringá. O caso chegou ao conhecimento da Delegacia da Mulher, após uma das vítimas procurar a polícia.

Ela relatou aos policiais que o homem – que se identificava como Mestre do Ventre ou Mestre Raiz – levava as mulheres até um cômodo e praticava atos sexuais por meio de um banho terapêutico. Como ‘justificativa’ da prática, ele argumentava às vítimas que o ato curaria doenças e seria um transmissor de boas ‘energias’. Segundo a polícia, no caso dos homens, ele apenas dava ervas.

Já com as mulheres, ele costumava a ficar sem roupas e se oferecia para banhar as vítimas, conforme explicou o delegado Rodolfo Vieira, responsável pelas investigações. O suspeito foi preso preventivamente e de acordo com a polícia vai responder aos crimes de violação sexual mediante fraude, importunação sexual e assédio sexual. Ao menos duas vítimas já estão em outros estados. Elas teriam se mudado de Maringá com medo de represálias.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *