“A prioridade do nosso mandato será o diálogo”, diz José Luiz Bovo

Por: - 25 de setembro de 2020
José Luiz Bovo é candidato a prefeito de Maringá pelo Podemos / Divulgação

José Luiz Bovo, 67, é candidato a prefeito de Maringá pelo Podemos. O advogado César Moreno, do mesmo partido, foi escolhido como candidato a vice. Em São Jorge do Ivaí, Bovo foi secretário municipal por 11 anos (1977 a 1988) e prefeito por três mandatos, 1989 a 1992; 1997 a 2000 e 2001 a 2004.

Em Maringá, ele foi secretário de Gestão e Fazenda de 2006 a 2016. De abril a dezembro de 2018, foi o secretário de Fazenda do Estado do Paraná.

Se eleito, Bovo afirma que a prioridade do mandato será o diálogo. “O princípio básico do nosso governo será fazer a coisa certa, ouvindo, planejando, controlando, com responsabilidade e de forma clara, em que todos saibam o que estamos fazendo.”

Ele diz que apenas a compra de vagas em creches particulares não resolve a falta de vagas na educação infantil e propõe a criação do “Bolsa Educação Maringá”. Segundo Bovo, na área de mobilidade há uma série de obras que precisam ser feitas. “Temos o maior plano de obras de mobilidade da história”, afirma.

Por que o senhor merece ser eleito prefeito de Maringá?

O mérito, no caso, só pode ser definido pelos eleitores. Eles decidirão se mereço o seu voto. Minha motivação para ser prefeito é o meu conhecimento da cidade, de todas as suas regiões e bairros, dos seus problemas e potencialidades. Me preparei para ser prefeito de Maringá desde a formação universitária em administração pública e com a experiência nos cargos que ocupei, ao longo de muitos anos.

Se eleito, qual a prioridade do seu mandato?

A prioridade do nosso mandato será o diálogo. A partir da daí, o planejamento, o controle, a responsabilidade e a transparência.

O princípio básico do nosso governo será fazer a coisa certa, ouvindo, planejando, controlando, com responsabilidade e de forma clara, em que todos saibam o que estamos fazendo.

Sobre as áreas de atuação cada uma tem a sua importância e prioridade. Mas as propostas de um governo para todos e de qualidade precisam ser transversais, ou seja, algo que a gente faça na educação tem que estar presente na saúde, tem que refletir na segurança, na mobilidade e em outras áreas. Há problemas e coisas urgentes a serem feitas em todas as áreas.

Como avalia a gestão de Ulisses Maia (PSD)?

Esta avaliação deve ser feita pelos maringaenses, pelos eleitores. Da minha parte posso apenas dizer que acredito, assim como meu vice, o advogado César Moreno, os membros do meu partido Podemos, nossa base de apoio, que Maringá pode mais, muito mais.

Concorda com a compra de vagas em creches particulares?

A simples “compra de vagas” não resolve o problema. Temos uma proposta, da “Bolsa Educação Maringá”, que acreditamos que resolverá de forma definitiva o problema. É possível zerar a fila das creches e vamos provar como fazer.

Concorda com os investimentos feitos em praças?

Com certeza é importante conservar as nossas praças. No entanto, de nada adianta reformar uma praça e deixar bairros sem obras e melhorias, ou não realizar os serviços necessários de limpeza da cidade, incluindo os bairros.

Inaceitável, ao nosso ver, obras em praças feitas com dinheiro emprestado. As obras em praças não podem ser pontuais, precisar sem planejadas dentro de um contexto urbano, com prioridades bem definidas, onde o atendimento às necessidades da população seja a prioridade, sempre.

Qual a principal obra de mobilidade que propõe para Maringá no período de 2021 a 2024?

Não há uma prioridade, há dezenas de obras que já deveriam ter sido feitas inclusive e outras que precisam ser executadas com rapidez e eficiência. Temos o maior plano de obras de mobilidade da história, com ligações entre bairros, acessos a Paiçandu e Sarandi, finalização do Contorno da UEM, trevo do Catuaí, alternativas de trânsito para a Mandacaru, enfim, projeto que apresentaremos em detalhes na campanha eleitoral.

No início do nosso governo vamos fazer a duplicação dos viadutos sobre o Contorno Norte, que tem os recursos depositados na conta da prefeitura desde agosto de 2016.

Pretende continuar a investir no Eixo Monumental?

Nós defendemos a continuidade administrativa. A revitalização dos espaços urbanos é importante, com o devido planejamento. Sem dúvida nossa equipe técnica será competente e estará estudando, dia a dia, as melhores alternativas e oportunidades para o desenvolvimento urbano de Maringá.

Acha possível ter um VLT na Avenida Brasil?

Estudos existentes mostram que este não é o melhor lugar para VLT, em Maringá. Há um planejamento sobre isso, que envolve infraestrutura já existente, em parte, inclusive com estação no terminal intermodal.

Qual mensagem deixaria aos eleitores neste início de campanha eleitoral?

Nos preparamos realmente para apresentar o nosso nome aos eleitores. Pedimos que estudem as nossas propostas e projetos para Maringá e todos os demais e que votem no melhor, no candidato com o melhor plano viável de governo.

Há uma grande diferença entre apresentar uma promessa ou oferecer uma solução que possa ser implementada. O voto é um momento de confiança é isto que buscaremos mostrar na campanha, que é possível fazer uma gestão pública eficiente, ágil e que melhore a cidade e a vida dos maringaenses.

Tem uma dica de notícia? Fez alguma foto legal? Registrou um flagrante em vídeo? Compartilhe com o Maringá Post, fale direto com o whats do nosso editor-chefe.