Tribunal de Justiça mantém Celso Pozzobom no cargo de prefeito de Umuarama

Celso Pozzobom
Compartilhar

Nesta quinta-feira (23), o TJ-PR (Tribunal de Justiça do Paraná) decidiu manter Celso Pozzobom (PSC) no cargo de prefeito de Umuarama (cerca de 160 km de Maringá). A decisão foi unânime, por cinco votos a zero.

O Ministério Público havia feito um recurso, chamado agravo interno, para pedir que o Pozzobom fosse afastado pela terceira vez. Entretanto, os desembargadores não deram provimento ao pedido. A medida revogou uma decisão cautelar que havia afastado o prefeito.

Celso Pozzobom é investigado por desviar R$ 19 milhões da Fundação Municipal de Saúde. Ele já havia sido afastado em setembro de 2021, na Operação Metástase, e conseguiu voltar ao cargo depois de um ano e nove meses.

Em setembro de 2023, Pozzobom foi afastado novamento e o vice-prefeito, Hermes Pimentel, foi quem assumiu. No entanto, Pozzobom ficou afastado por apenas um dia e já retornou à prefeitura.

Apesar de todos esses desdobramentos, Celso Pozzobom ainda não foi julgado pela suspeita de desvio de dinheiro público. O julgamento foi parar no STF (Supremo Tribunal Federal), mas ainda não há uma data estabelecida.

Foto: Redes Sociais


Compartilhar