Paraná registra queda no endividamento e no risco de inadimplência

Compartilhar

Foto: Ilustrativa / Pexels

Segundo a PEIC, a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) e a Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Paraná (Fecomércio PR), o endividamento dos paranaenses diminuiu pelo terceiro mês seguido. Em outubro, 92,8% das famílias do estado declararam ter dívidas a pagar, uma redução de 1,4 pontos percentuais em relação a setembro, quando 94,2% dos paranaenses estavam endividados.

Com essa queda, o número de endividados atingiu o menor nível desde junho de 2022, quando foi de 92,7%. O cenário nacional também foi favorável ao crédito, com uma redução no risco de inadimplência: menos brasileiros atrasaram o pagamento de dívidas em outubro (29,7% do total de famílias, contra 30,2% em setembro e 30,3% em outubro de 2022).

No Paraná, a parcela de famílias com contas em atraso também caiu, passando de 18,1% em setembro para 17,7% em outubro. Já as famílias que não terão condições de pagar as dívidas em atraso permaneceram em 6,7%.

O endividamento diminuiu em todos os segmentos de renda. Entre as famílias com rendimentos até dez salários mínimos o indicador caiu de 94,1% em setembro para 92,6% em outubro. E entre as famílias de maior renda foi de 94,6% para 93,5%.O cartão de crédito concentrou 83,6% das dívidas em outubro, enquanto o financiamento de veículo correspondeu a 7,9% e a financiamento imobiliário a 5,7%.


Compartilhar