Pedágio no PR: Quando as praças da região de Maringá serão reativadas?

Pedágio Paraná
Compartilhar

Primeiro passo para o retorno do pedágio no Paraná será dado nesta sexta-feira (25), com o leilão do Lote 1. Funcionamento das praças em Maringá e região, no entanto, deverá demorar um pouco mais.

Por Victor Ramalho

Ocorre nesta sexta-feira (25) na sede da B3, a Bolsa de Valores de São Paulo, o leilão do Lote 1 de rodovias da nova concessão do pedágio no Paraná. A disputa envolve 473 quilômetros de rodovias federais e estaduais entre Curitiba, Região Metropolitana, Centro-Sul e Campos Gerais.

Segundo o Governo do Estado, a empresa vencedora terá a responsabilidade de duplicar 344 quilômetros de rodovias, além de criar faixas adicionais em outros 210. Ao todo, o contrato prevê quase R$ 8 bilhões de investimentos pelos próximos 30 anos, que é o tempo de duração da nova concessão.

Até o momento, apenas duas empresas apresentaram propostas para disputar o leilão desta sexta-feira (25). Diante do avanço das tratativas, as pessoas perguntam: e na região de Maringá? Quando as praças de pedágio serão reativadas?

O Maringá Post conversou com representantes do Governo do Paraná, que explicaram que a reativação das praças na região ainda não têm data para ocorrer. A expectativa é que as rodovias da região também sejam leiloadas, nos mesmos moldes das rodovias que serão leiloadas em Curitiba e Região Metropolitana nesta sexta (25).

Quando o Estado começou a preparar o novo modelo de concessão, ainda em 2021, as rodovias do Paraná foram divididas em seis lotes. As estradas da região de Maringá integram o Lote 3. São elas: BR-369, BR-376, PR-090, PR-170, PR-323 e PR-445, com extensão total de 561,97 km.

Segundo o Governo do Paraná, a atual divisão do Lote 3 está sob análise da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), que deverá dar o aval para o leilão, assim como foi feito com os lotes 1 e 2. A partir da homologação do resultado é que poderá ser definido o prazo para início das intervenções nas rodovias e, consequentemente da reativação das praças de pedágio.

Ainda há a possibilidade da construção de novas praças, além das já existentes. O Lote 1 que vai a leilão, por exemplo, terá cinco praças, uma a mais do que na concessão anterior, com os preços já definidos. São elas: As tarifas do edital para veículos de passeio são R$ 9,19 (São Luiz do Purunã), R$ 12,11 (Lapa), R$ 11,57 (Porto Amazonas), R$ 10,60 (Imbituva) e R$ 10,80 (Irati).

Imagem Ilustrativa/Arquivo/AEN


Compartilhar