Ciro diz que desempenho nas pesquisas deve melhorar com início da campanha na TV

Imagem: Agência Brasil

O ex-ministro e candidato a presidente Ciro Gomes (PDT) disse, após participar da 74ª Reunião Anual da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC), em Brasília, que a estagnação nas pesquisas de intenção de voto não interfere em sua campanha, e que seu desempenho deve melhorar com início da campanha na TV em agosto.

“A campanha não começou, a campanha vai começar quando a gente tiver a oportunidade de entrar nos lares brasileiros que não tem tablet, não tem internet, não tem jornal (…). Daqui a pouco ele vai começar ver na TV. É a hora da campanha. Então eu não espero nenhum cavalo de pau, mas eu tenho absoluta segurança que a gente começará a ter 70% do eleitorado induzidos pelas pesquisas, pelos editoriais, pelos analistas, etc”, disse a jornalistas.

Na última pesquisa Datafolha divulgada nesta quinta-feira, 28, o presidenciável se manteve estacionado no terceiro lugar com 8%, atrás do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), que tem 47%, e do presidente Jair Bolsonaro (PL), que ocupado o segundo lugar com 29% da intenções de voto.

Na avaliação de Ciro, menos de 30% do eleitorado tem participado das pesquisas até aqui, e quando as campanhas estiverem na TV, ele poderá mostrar para as pessoas que irá “libertar o Brasil do Bolsonaro já no primeiro turno”. “Depois você tem o seguinte, eu sou um profissional muito experiente. Quando você vai olhar esse camarada induzindo a responder ali coisa ruim, você tem 43% que estão dizendo que votam no Lula apesar da corrupção e acham que ele é o cara que vai libertar o Brasil do Bolsonaro”, completou

A SBPC convidou os três candidatos que lideram as pesquisas de intenções de voto na corrida presidencial. Na quinta, 28, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) participou do evento. Bolsonaro não participou e justificou a ausência, de acordo com organizadores por “compromissos preestabelecidos em sua extensa agenda”.

Estadão Conteúdo