Ex-vereador, Humberto Henrique volta ao jogo político

Em entrevista exclusiva ao Maringá Post, Henrique lembrou que aceitou concorrer à prefeitura numa época de forte rejeição ao PT. “Na pior época do partido, eu aceitei ser o candidato”.
Foto: CMM

Após ter deixado a política em 2017 e se desfiliado do PT, Humberto Henrique retorna à cena política maringaense como presidente da executiva municipal do Solidariedade. O partido, que apóia a reeleição de Ratinho Junior, quer conquistar pelo menos duas vagas na Câmara Federal – Henrique pretende ser o vencedor na disputa por uma dessas cadeiras.

Humberto Henrique foi vereador por três mandatos – esteve na Câmara de Maringá de 2005 a 2016. Naquele ano, disputou a prefeitura de Maringá.

Em entrevista exclusiva ao Maringá Post, Henrique lembrou que aceitou concorrer à prefeitura numa época de forte rejeição ao PT. “Na pior época do partido, eu aceitei ser o candidato”.

Ninguém queria ser o nome do partido à prefeitura, recorda. Ainda assim, concorreu e encerrou a disputa em quarto lugar. Porém, saiu da campanha com a certeza de que parte das lideranças do Partido dos Trabalhadores não se envolveram de fato. Não houve inclusive recursos para a campanha. O partido repassou cerca de R$ 50 mil do fundo partidário para que Humberto Henrique pudesse fazer uma campanha para prefeito – geralmente, uma disputa dessa natureza necessita de pelo menos R$ 1 milhão. Por isso, e também por demandas pessoais, Henrique deixou o PT em 2017.

Nesta entrevista, ele cita que, apesar de ter se desligado da política, as pessoas nunca deixaram de cobrá-lo para que retornasse.

Foi o desejo de aliados e o apoio da família que motivou o ex-vereador a voltar para a vida pública. Ele aceitou o convite para assumir a Executiva municipal do Solidariedade e organizar o partido para a disputa eleitoral de 2022.

Ao lado do vereador Flávio Mantovani, mais votado em 2020 para a Câmara de Maringá, devem disputar também uma vaga para deputado federal e deputado estadual.

O partido também definiu que vai apoiar a reeleição de Ratinho Junior.

Com isso, Humberto Henrique estará do lado oposto ao seu antigo partido. O PT lançou a pré-candidatura do ex-governador Roberto Requião para o governo do Paraná.

Ratinho é aliado do presidente Jair Bolsonaro e vai apoiá-lo na corrida para presidente. Mas Henrique ressalta que o Solidariedade não fechou aliança na disputa presidencial e cada membro do partido está livre para apoiar quem quiser.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.