Presidente do Podemos diz que Moro foi ingênuo ao trocar de partido

A presidente do Podemos, deputada Renata Abreu, afirmou em entrevista à Folha de São Paulo, que o ex-ministro Sérgio Moro foi ingênuo ao deixar o Podemos e filiar-se ao União Brasil (sigla que é fruto da fusão entre o DEM e PSL).

No Podemos, Moro era pré-candidato à presidência da República. Ao mudar de partido, no dia 31 de março, chegou a dizer que abriria mão da candidatura ao Planalto. Um dia depois, voltou atrás e sustentou que disputaria a presidência. Entretanto, nesta terça-feira, 12, a bancada de deputados do novo partido de Moro lançou o deputado Luciano Bivar como pré-candidato, em caráter irrevogável. Com isso, o ex-ministro praticamente está fora da corrida presidencial.

Para Renata Abreu, Sérgio Moro teria sido ingênuo. Faltaria a ele experiência política. A presidente do Podemos disse que uma candidatura não pode ser construída de cima para baixo e, ao se filiar ao União Brasil, Moro teria dialogado apenas com a cúpula do partido.

Renata Abreu ainda contou à Folha que a filiação de Moro ao Podemos havia ocorrido após um ano de diálogo. Entretanto, ele deixou o partido sem sequer avisá-la. “Fiquei sabendo pela imprensa”.

Foto: Michel Jesus-Agência Câmara de Notícias

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.