Paraná se despede de Saul Raiz, morto aos 91 anos

Saul Raiz

Está marcado para as 11 horas no Cemitério Israelita Água Verde, em Curitiba, o sepultamento do engenheiro Saul Raiz, ex-prefeito de Curitiba e que foi candidato ao governo do Paraná em 1982 tendo o ex-prefeito de Maringá João Paulino como candidato a vice. Raiz morreu na noite de sexta-feira no Hospital Nossa Senhora das Graças, onde estava internado há semanas. Ele sofria de Alzheimer.

Engenheiro de formação, Raiz comandou a capital paranaense de 1975 a 1979 sem precisar ser eleito, já que durante o regime militar não havia eleição nas capitais e os administradores eram indicados. No caso de Raiz, ele foi indicado pelo governador Jaime Canet Júnior, que também não precisou ser eleito.

Antes disso, foi responsável pelo projeto original do Mercado Municipal de Curitiba, além de diretor de Urbanismo da prefeitura de 1954 a 1958. Também comandou o Departamento de Estradas de Rodagem (DER) do Paraná durante o governo de Ney Braga (1979-1982) e esteve à frente da construção da Rodovia do Café.

Além de gestor público, com atuação também no governo estadual, desenvolveu carreira no setor privado: foi presidente da Klabin por dez anos e foi responsável pelo Grupo de Integração de Política e Transporte do Banco Mundial para Região Sul do Brasil.

O “não” ao governo militar

Em 1982, Saul Raiz foi escolhido pelo regime militar para ser o candidato da Aliança Renovadora Nacional (Arena) ao governo do Paraná, na primeira eleição para governador desde o golpe de 1964. Os militares precisavam de um nome forte do interior do Estado para a dobradinha e o escolhido foi João Paulino, duas vezes prefeito de Maringá e que já tinha sido o deputado federal mais bem votado do Paraná.

Saul Raiz
Os ex-prefeitos escolhidos pelo regime militar para disputar o governo em 1982: Saul Raiz, de Curitiba, e João Paulino, de Maringá Foto: Arquivo Angelo Rigon

Mas, o povo paranaense resolveu dizer um sonoro “não” aos militares e preferiu eleger o dentista José Richa, do MDB, ex-prefeito de Londrina, que teve como vice João Elísio Ferraz de Campos. Foram 59,26% para Richa e 39,05% para Raiz.

Saul Raiz é o segundo ex-prefeito de Curitiba a morrer neste ano. Em maio morreu Jaime Lerner, que além de prefeito da Capital foi governador do Paraná.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *