Em reunião com governador, Ivonéia busca apoio para construir trincheira e viadutos na PR-444

Por: - 6 de julho de 2021
Ivoneia
A prefeitura de Mandaguari, Ivoneia Furtado, em reunião com o governador Ratinho Júnior

A prefeita de Mandaguari, Ivonéia Furtado, se reuniu na manhã desta terça-feira (6) com o governador Carlos Massa Ratinho Júnior, em Curitiba. A pauta do encontro foi a construção de uma trincheira e dois viadutos na PR-444, em Mandaguari, solicitados via ofício nº 411/2021, destinado ao governador e protocolado nesta manhã.

No encontro, a prefeita detalhou a importância do início das obras, ao lado do vice-governador Darci Piana, do secretário de Infraestrutura e Logística do Paraná, Sandro Alex, dos deputados estaduais Evandro Júnior (PSC) e Tercilio Turini (CDN), do vice-prefeito de Mandaguari, Jorge Marques, o Jorge do Alambique, e do presidente da Aceman (Associação Comercial e Empresarial De Mandaguari), Aguinaldo Campigotto.

O ofício encaminhado ao governador menciona o alto número de acidentes na PR-444 e a presença de empresas que recebem diariamente o fluxo de diversos ramos da produção rural, além de citar as motos, automóveis, carretas, ônibus escolares e de trabalhadores rurais que, diariamente, utilizam o trecho.

“Ficamos muito felizes com a reunião. Tivemos o aval do governador, que assinou a autorização para a construção das obras, algo que é uma luta antiga, um grande desejo da nossa população. Isso vai diminuir o número de acidentes e deixar mais seguro o fluxo de veículos”, diz a prefeita Ivonéia.

Conforme o ofício, a trincheira será construída no km 38 da PR-444, na travessia da Estrada Alegre. Um dos viadutos será construído aproximadamente no km 44, próximo à Estrada Antônio Spoladore, e o outro entre os km 35 e 36, próximo à Estrada Vitorinha do Meio.

“A construção de trincheiras e viadutos na PR-444 é essencial para o desenvolvimento e a integração urbana de Mandaguari, facilitando o acesso a áreas industriais, propriedades rurais e outros locais. Também vai garantir segurança na travessia da rodovia e no fluxo de quem viaja de Londrina a Maringá ou vice-versa”, afirma o deputado Tercilio Turini.

PARCERIA COM SOCIEDADE – A proposta é que as obras sejam construídas com recursos próprios do Governo do Paraná, com uma contrapartida de R$ 450 mil da sociedade civil organizada, por meio da Aceman, para custear os projetos, com detalhamento técnico das intervenções e projeção de investimento nas obras

- Quer receber as notícias no seu WhatsApp? Clique aqui.

Tem uma dica de notícia? Fez alguma foto legal? Registrou um flagrante em vídeo? Compartilhe com o Maringá Post, fale direto com o whats do nosso editor-chefe.