Secretaria da Segurança Pública do Paraná abre contratação temporária de psicólogos, psiquiatras e assistentes sociais

Por: - 1 de setembro de 2020
Segurança vai contratar psicólogos, psiquiatras e assistentes sociais por meio de PSS / SESP

A Secretaria da Segurança Pública do Paraná publicou o edital de contratação temporária de 85 profissionais. São 57 psicólogos, 15 médicos psiquiatras e/ou especialistas em saúde mental e 13 assistentes sociais. As inscrições precisam ser feitas no site da Secretaria (acesse aqui). O edital de inscrições vai ser aberto às 10 horas do dia 9 de setembro e o prazo vai até as 17 horas do dia 22 de setembro.

No dia 23 de setembro vai ser divulgado o comprovante de inscrição dos candidatos e a classificação provisória até 25 de setembro. A previsão é que a classificação final seja divulgada em 1º de outubro e que o início dos trabalhos dos profissionais ocorram em 20 de outubro.

Das 85 vagas, 10% serão destinadas a candidatos afrodescendentes e 5% são para pessoas com deficiência.

“Este é mais um passo que damos rumo à efetivação do primeiro programa desenvolvido pela Secretaria da Segurança Pública para a atenção psicossocial de policiais e bombeiros militares, policiais civis e servidores da Polícia Científica e do Departamento Penitenciário”, afirmou o secretário da Segurança Pública, Romulo Marinho Soares.

O Processo Seletivo Simplificado (PSS) consistirá em prova de títulos referente à escolaridade, tempo de serviço e aperfeiçoamento profissional.

Os documentos comprobatórios precisam ser encaminhados via e-Protocolo Eletrônico Oficial do Estado. Todo o processo vai ser organizado pela Secretaria de Estado da Segurança Pública.

“Os recursos para as aquisições do programa são do Pró-Vida do Ministério da Justiça e Segurança Pública, e a Sesp optou por utilizá-los neste programa de atendimento psicossocial de policiais e agentes vinculados à pasta por considerar esse atendimento de extrema importância”, disse o coronel João Alfredo Zampieri, diretor-geral da Sesp em exercício e chefe da Assessoria de Planejamento Estratégico e Gestão de Projetos.

Ele acrescentou que a folha de pagamento vai ser do Governo do Estado. “Ou seja, é uma união de esforços em prol da qualidade de vida dos nossos profissionais”, destacou.

Conforme o edital, os profissionais vão ser distribuídos em Curitiba e Região Metropolitana e no Interior do Estado. Dois médicos psiquiatras serão selecionados para atuar na Junta Médica da Polícia Militar do Paraná.

O salário previsto para cada um dos 85 profissionais é de R$ 3.657,27. A carga horária dos psicólogos e dos assistentes sociais será de 40 horas semanais e a dos médicos, de 20 horas semanais.

Tem uma dica de notícia? Fez alguma foto legal? Registrou um flagrante em vídeo? Compartilhe com o Maringá Post, fale direto com o whats do nosso editor-chefe.