Número de eleitores maringaenses aptos a votar é 6,79% maior do que na eleição municipal de 2016

Por: - 6 de agosto de 2020
Devido à pandemia do coronavírus, as eleições serão em novembro / Agência Brasil

O número de eleitores maringaenses aptos a votar em 2020 aumentou 6,79% em comparação com a última eleição municipal em 2016. Neste ano, 279.500 pessoas podem comparecer às urnas para escolha de vereadores e prefeito. Em 2016, 261.717 eleitores estavam aptos a votar.

Em comparação com a última eleição presidencial, em 2018, o número de eleitores cresceu 1,2%. Em 2018, a cidade tinha 276.073 eleitores. Os dados são do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

No Brasil, 147 milhões de eleitores estão aptos a votar nas eleições em 2020. O número cresceu 2,66% em comparação com as últimas eleições municipais em 2016. O eleitorado feminino será ainda maior nesta eleição. O Brasil tem 77,6 milhões de eleitoras, o que representa 52,49% do total. Os homens somam 70,2 milhões de eleitores, sendo 47,48% do total.

Entre os eleitores brasileiros, a maioria informou ter ensino médio completo. São 37,6 milhões de pessoas, o que representa 25,47% do eleitorado. Outros 35,7 milhões de eleitores (24,18%) disseram ter ensino fundamental incompleto e 22,9 milhões (15,48%) o ensino médio incompleto. Apenas 15,8 milhões, o que representa 10,68% dos eleitores brasileiros, concluíram o ensino superior.

O voto é obrigatório para pessoas alfabetizadas maiores de 18 anos e menores de 70 anos. Para jovens a partir de 16 anos e idosos acima de 70 anos, o voto não é obrigatório. O Brasil tem 133,3 milhões de eleitores com voto obrigatório e 14,5 milhões com voto facultativo.

Entre os eleitores com voto obrigatório, a maior parte está na faixa etária de 35 a 59 anos, sendo 67.011.670 no total. Os eleitores jovens, na faixa etária de 18 a 24 anos, somam 19.040.756.

Entre os eleitores que não são obrigados a votar, estão 1.030.563 jovens entre 16 e 17 anos; 8.784.004 idosos entre 70 a 79 anos; e 4.658.495 idosos de 80 a 99 anos.

Devido à pandemia do coronavírus, as eleições municipais, que estavam marcadas para outubro, foram adiadas para novembro. O primeiro turno está marcado para o dia 15 de novembro e, o segundo, para o dia 29 do mesmo mês. Neste ano, não haverá uso de biometria como meio de identificação dos eleitores.

Em entrevista coletiva na terça-feira (5/8), o presidente do TSE, ministro Luís Roberto Barroso, afirmou que o tribunal deve decidir, ainda em agosto, o horário de votação. Para evitar filas e ampliar o horário de votação, uma das propostas é de que o pleito ocorra das 8h às 20h, com 12 horas de duração.

No entanto, há a possibilidade de que a eleição seja estendida por uma hora e ocorra das 8h às 18h, desde que atenda os protocolos sanitários. Outra possibilidade é que o período das 8h às 11h seja reservado para idosos e pessoas do grupo de risco.

Maringá tem 16 pré-candidatos a prefeito

Para as eleições 2020, a Justiça Eleitoral espera o registro de 700 mil candidatos para as vagas nas câmaras de vereadores e prefeituras. Em Maringá, há pelo menos 16 nomes de pré-candidatos a prefeito. Em alguns partidos, como é o caso do Progressistas e do Partido Liberal (PL), há mais de um pré-candidato. Veja a lista com os nomes:

  • Akemi Nishimori (PL)
  • Anníbal Bianchini (PTC)
  • Audilene Rocha (Progressistas)
  • Carlos Mariucci (PT)
  • Carlos Roberto Pupin (Solidariedade)
  • Delegado Jacovós (PL)
  • Dr. Batista (DEM)
  • Edmilson Aparecido da Silva (PSOL)
  • Eliseu Fortes (Patriota)
  • Evandro Oliveira (PSDB)
  • Homero Marchese (PROS)
  • José Luiz Bovo (Podemos)
  • Rogério Calazans (Avante)
  • Silvio Barros (Progressistas)
  • Ulisses Maia (PSD) – pré-candidato à reeleição
  • Valdir Pignata (Cidadania)

O Pan News, programa da rádio Jovem Pan Maringá, realizou uma série de entrevistas com os pré-candidatos a prefeito. Confira o balanço das entrevistas ou acesse a seção da Jovem Pan no Maringá Post para assistir as entrevistas. Apenas o atual prefeito Ulisses Maia (PSD) e o deputado estadual Homero Marchese (PROS) não concederam entrevistas.

Tem uma dica de notícia? Fez alguma foto legal? Registrou um flagrante em vídeo? Compartilhe com o Maringá Post, fale direto com o whats do nosso editor-chefe.