Câmara Municipal de Maringá faz reforma e vai comportar até 23 vereadores no plenário

Por: - 14 de janeiro de 2020
Início da reforma no plenário da Câmara de Maringá / ofatomaringa.com.br

O plenário da Câmara Municipal de Maringá passa por reformas. O custo da obra, que inclui a substituição de móveis, acabamentos e pisos, foi fechado em R$ 260 mil. Essa é a primeira reforma do espaço de debates, inaugurado há 25 anos.

As modificações no plenário incluem mais oito assentos, mas não há previsão a curto prazo para aumentar o número de vereadores.

“Vamos abrir espaço para que no futuro seja aumentado esse número. A fiação das caneletas do painel eram colocadas por cima do piso. Como fizemos a reforma por baixo já deixamos preparado para algo que pode acontecer daqui cinco ou dez anos”, explica o presidente da Câmara Municipal, Mario Hossokawa.

O presidente conta que, com a reforma, os atuais 15 vereadores vão ter mais espaço. “Vão ficar dez vereadores na parte de baixo e cinco deles na mesa principal. Cada vereador da parte de baixo vai ter um espaço de 1,20 metros para trabalhar.”

A previsão é concluir a obra até a ultima semana de janeiro, mas o presidente da Câmara diz que a empresa tem até a data da primeira sessão ordinária de 2020 para terminar. A sessão vai ser realizada no dia 4 de fevereiro.

“O contrato foi feito para garantir que o prazo da primeira sessão do ano seja respeitado. Até dia 4 de fevereiro vai estar tudo pronto”, afirma Hossokawa.

Câmara Municipal de Maringá passa por reformas desde 2018

As reformas no plenário fazem parte da última fase de reformas que ocorrem desde janeiro de 2018 na sede do Legislativo Municipal.

Na primeira fase foram reformados os gabinetes dos vereadores, a área administrativa e foi realizada a readequação do prédio ao Código de Segurança Contra Incêndio e Pânico do Corpo de Bombeiros. Os valores gastos chegaram a R$ 1.231,216,72.

Na segunda fase, em outubro 2019, foi reformado o telhado do prédio. A reforma era considerada necessária para conter as infiltrações que causavam goteiras no plenário. O custo foi de R$ 211 mil.

Com os valores que vão ser gastos nesta última etapa, a reforma completa do prédio da Câmara Municipal vai atingir um custo de R$ 1,69 milhão.

Tem uma dica de notícia? Fez alguma foto legal? Registrou um flagrante em vídeo? Compartilhe com o Maringá Post, fale direto com o whats do nosso editor-chefe.