Prefeito de Mandaguari, Romualdo Batista, o Batistão, vai assumir a presidência da Amusep

Por: - 21 de novembro de 2019
O prefeito de Mandaguari, à esquerda, vai ser o próximo presidente da entidade / Divulgação

O prefeito de Mandaguari, Romualdo Batista, o Batistão, vai ser o próximo presidente da Associação dos Municípios do Setentrião Paranaense (Amusep). A indicação do nome dele para ocupar o cargo ocorreu nesta quinta-feira (21/11), em reunião mensal da entidade.

“Foi uma decisão de consenso e uma escolha natural, porque o Batistão, há duas gestões, ocupa a primeira Vice-Presidência”, destaca o atual mandatário, prefeito de Atalaia, Fábio Fumagalli Vilhena de Paiva.

Newsletter Briefing
O que aconteceu de importante em Maringá, todo início de noite no seu email.
Saiba mais ou cadastre-se:

Ulisses Maia, prefeito de Maringá, ressalta que as eleições em chapa única é uma tradição na Amusep, o que demonstra o grau de união entre os prefeitos.

“Nossa Associação é referência do movimento municipalista. Pela força política, pelo pioneirismo em serviços oferecidos às prefeituras, e pelo bom relacionamento entre os gestores públicos”, acrescenta.

Para o sucessor de Fábio Vilhena na presidência da entidade, o consenso entre os prefeitos para que o nome dele fosse indicado como candidato único reforça o clima de cooperação.

“O presidente representa a Associação, mas todas as decisões são tomadas de forma colegiada”, afirma Batistão. Sobre os planos para 2020, ele adianta ter projetos nas áreas de saúde, educação, na manutenção e fortalecimento das câmaras técnicas e parcerias existentes, além de dar sequência aos projetos desenvolvidos.

Durante a reunião ficou definido que a eleição deverá ocorrer no dia 11 ou 12 de dezembro, à tarde, durante assembleia geral ordinária de prefeitos a ser realizada na cidade de Atalaia.

A data depende da resposta do Palácio Iguaçu, pois a atual Diretoria deseja contar com a presença do governador do Paraná, Ratinho Júnior. “Vai ser o encerramento da nossa gestão e convidamos o governador para participar do encontro”, disse Fábio Vilhena.

Outro ponto aprovado pelos prefeitos foi a alteração no Regimento Interno da Amusep. A medida integra uma série de recomendações feitas às associações regionais do gênero, pelo Ministério Público, por meio do Grupo Especializado na Proteção ao Patrimônio Público e no Combate à Improbidade Administrativa (Gepatria).

As adequações têm sido feitas desde a Gestão 2017, sob a Presidência do prefeito de Floraí, Fausto Eduardo Herradon. Faltava incluir no Regimento o quadro de cargos, com as respectivas funções e necessidades, dos funcionários da entidade.

Tem uma dica de notícia? Fez alguma foto legal? Registrou um flagrante em vídeo? Compartilhe com o Maringá Post, fale direto com o whats do nosso editor-chefe.