Maringaenses Ricardo Barros e Alvaro Dias entram na disputa pela presidência da Câmara e do Senado. Votação é na sexta-feira

Por: - 28 de janeiro de 2019

Na sexta-feira (1/2) deputados federais e senadores eleitos em 2018 tomam posse dos mandatos e, logo no primeiro dia, vão decidir quem eleger para a presidência da Câmara e do Senado. Nas duas disputas, há candidatos maringaenses.

São missões difíceis para o senador Alvaro Dias (PODE) e o deputado federal Ricardo Barros (PP). Diante de votações secretas, o resultado pode surpreender, mas os favoritos no processo são o deputado Rodrigo Maia (DEM) e o senador Renan Calheiros (MDB).

Além de Barros e Maia, aparecem como candidatos à presidência os deputados Fábio Ramalho (MDB-MG), Arthur Lira (PP-AL), JHC (PSB-AL), Alceu Moreira (MDB-RS), Marcelo Freixo (Psol-RJ) e Marcel Van Hattem (NOVO-RS).

Para vencer no 1º turno na Câmara dos Deputados, o candidato precisa obter 257 votos, maioria absoluta da votação. Do contrário, é realizado um segundo turno entre os dois mais votados.

No Senado, além de Calheiros e Dias, há mais sete nomes na disputa: Simone Tebet (MDB-MS), Major Olímpio (PSL-SP), Esperidião Amin (PP-SC), Tasso Jereissati (PSDB-CE), Davi Alcolumbre (DEM-AC), Ângelo Coronel (PSD-BA) e Reguffe (sem partido-DF).

Para ser eleito presidente do Senado, são necessários 41 votos no 1º turno (maioria absoluta). Se nenhum candidato atingir o total, há uma 2ª votação entre os mais votados.

Nas redes sociais, o deputado federal Ricardo Barros tem registrado os encontros com lideranças de outros partidos e também postou um vídeo com os compromissos da campanha à presidência da Câmara.

Compromissos. #RicardoBarrosPresidente @camaradeputados

Posted by Ricardo Barros on Friday, January 25, 2019

Há poucos dias, Barros também escreveu que “a Câmara é a casa do povo, e certamente pode decidir, melhor que qualquer um, temas como a reforma da previdência, reforma tributária, combate à corrupção e o aborto. São pautas que o país quer resolver e é preciso ter capacidade e coragem de enfrentar”, declarou.

O senador Alvaro Dias também tem usado as redes sociais para divulgar o que pensa sobre a condução do Senado. Em uma das últimas postagens, o senador paranaense divulgou um vídeo com a entrevista concedida à Rádio Bandeirantes, onde fala sobre a importância da eleição para a presidência do Senado.

Nesta segunda-feira (28/1) reportagem da Folha de S.Paulo mostra que a eleição no Congresso envolve uma disputa pela indicação de 682 cargos de confiança com salários de até R$ 20 mil.

Tem uma dica de notícia? Fez alguma foto legal? Registrou um flagrante em vídeo? Compartilhe com o Maringá Post, fale direto com o whats do nosso editor-chefe.