Prefeitura de Maringá vai terceirizar o serviço de varrição no centro e mais seis bairros da cidade. Custo é de R$ 9,3 milhões

Por: - 18 de janeiro de 2019
Varrição no centro vai ser feita seis vezes por semana, à noite e de madrugada / Divulgação PMM

A Prefeitura de Maringá vai terceirizar o serviço de varrição no centro e mais seis bairros da cidade. A concorrência que teve as regras divulgadas nesta sexta-feira (18/1) no Portal da Transparência, prevê serviços de varrição manual e mecanizada nas zonas 1, 2, 3, 4, 5, 6 e 7.

Segundo o documento, o recolhimento e remoção dos resíduos vai ser feito nas sarjetas, canteiros centrais e nos passeios públicos “em faixa máxima de 6,5 metros de largura do meio-fio para as calçadas e de 50 centímetros do meio-fio para a pista de rolamento”.

O valor máximo que a prefeitura se propõe a pagar pelos serviços pelo período de um ano é de R$ 9,3 milhões. São previstos 35 mil km de varrição mecanizada a R$ 1,7 milhão, mais 10 mil km de varrição manual a R$ 2 milhões e mais 29 milhões de m² de varrição em praças ao custo de R$ 5,5 milhões.

A empresa que vencer a concorrência vai ter de realizar os servidos de segunda a sábado das 19 horas às 5 horas, salvo em situações excepcionais, em que o serviço poderá ser solicitado em domingos e feriados.

O edital de licitação não indica um número exato de funcionários para atender a demanda do contrato que vai terceirizar os serviços de varrição. Mas é indicado que o número de funcionários seja equivalente ao uso dos equipamentos relacionados na concorrência.

  • 1 trator com varredeira
  • 12 sopradores
  • 30 vassourões
  • 18 lutocar (carrinhos de apoio para os varredores)
  • 3 caminhões caçamba

Nas ruas e avenidas da zona 1, que é a região central de Maringá, a varrição será feita seis vezes por semana e será manual. Nas praças do centro, também vai ser feita a varrição nos seis dias da semana.

Para as zonas 2, 3, 4, 5, 6 e 7, o edital que vai terceirizar o serviço de varrição prevê que a varrição nas ruas e avenidas vai ser mecanizada e feita três vezes por semana. Nas praças localizadas nesses seis bairros, a varrição vai ser manual e realizada três vezes por semana.

As empresas interessadas têm até as 9 horas do dia 22 de fevereiro para entregar os documentos exigidos no edital e a proposta de preços.

Tem uma dica de notícia? Fez alguma foto legal? Registrou um flagrante em vídeo? Compartilhe com o Maringá Post, fale direto com o whats do nosso editor-chefe.