Prefeitura quer criar 21 Zonas Especiais de Interesse Social. Área é suficiente para mais de 5 mil unidades habitacionais

Por: - 12 de janeiro de 2019
Um dos 21 mapas das áreas que vão ser transformadas em ZEIS / Prefeitura de Maringá

Na segunda-feira (4/2), a partir das 19h30, no Auditório Hélio Moreira, no Paço Municipal, a Prefeitura de Maringá vai realizar uma audiência pública para tentar aprovar a proposta de transformação de 21 terrenos da cidade em Zonas Especiais de Interesse Social (ZEIS).

Somada, a área é suficiente para receber bem mais do que 5 mil unidades residenciais em projetos de habitação de interesse social, seja com a construção de casas populares ou de edifícios residenciais.

Não é possível determinar o número exato de unidades residenciais, porque em parte dos lotes envolvidos, não há a estimativa do potencial de unidades habitacionais do terreno.

A audiência pública vai ser presidida pelo secretário de Planejamento e Urbanismo, Sigmar Otaviano Navachi, e a apresentação do projeto vai ser feita pelo diretor de Habitação da Secretaria Municipal de Planejamento e Urbanismo, Celso Márcio Lorin.

Uma das maiores áreas incluídas na proposta fica aos fundos do Parque Industrial Bandeirantes, na região do Ouro Cola. São 308 mil m² e há um potencial estimado de construção de 1.500 unidades habitacionais.

Ao lado do Jardim Sumaré, há outra área significativa. São 242 mil m², mas não há a informação sobre o potencial de construção de unidades habitacionais no local. A convocação da audiência pública está na página oficial da Prefeitura de Maringá.

Veja as Zonas Especiais de Interesse Social propostas

  • Lote 23/32 – Gleba Ribeirão Colombo;
  • Lote 135 – Gleba Patrimônio Maringá;
  • Lote 175,175-A,175B,175-C,176-C – Gleba Patrimônio Maringá;
  • Lote 37/333/37-B-1 – Gleba Ribeirão Pinguim;
  • Lote 48-D/1/2/3 – Gleba Ribeirão Pinguim;
  • Lote 50 (REM.) – Gleba Ribeirão Pinguim;
  • Lote 1/7-A-1-A – Gleba Ribeirão Pinguim;
  • Lote 1/7-A-1-A-1 – Gleba Ribeirão Pinguim;
  • Lote 1/7-A-1-A-2 – Gleba Ribeirão Pinguim;
  • Lote 55-A-1 – Gleba Patrimônio Maringá;
  • Lote 106-A/2 – Gleba Ribeirão Maringá;
  • Lote 371 – Gleba Patrimônio Maringá;
  • Lote 376/383 – Gleba Patrimônio Maringá;
  • Lote Data 02/03 – Jardim Espanha;
  • Lote 92-A-1 – Gleba Ribeirão Morangueiro;
  • Lote 532 – Gleba Patrimônio Maringá;
  • Lote 533 – Gleba Patrimônio Maringá;
  • Datas 01 a 21 – Quadra 491 – Loteamento Bom Jardim;
  • Lote 13B/13 – Gleba Ribeirão Morangueiro;
  • Chácara 52 – Recanto dos Magnatas;
  • Chácara 53 – Recanto dos Magnatas

Acesse aqui os mapas divulgados pela Prefeitura de Maringá com a localização de cada uma das áreas.

O Plano Diretor do Município de Maringá informa que são objetivos das Zonas Especiais de Interesse Social (ZEIS)

  • permitir a inclusão urbana de parcelas da população que se encontram à margem do mercado legal de terras;
  • possibilitar a extensão dos serviços e da infraestrutura urbana nas regiões não atendidas;
  • garantir a melhoria da qualidade de vida e equidade social entre as ocupações urbanas.

Na Lei Municipal de Uso e Ocupação do Solo de Maringá, as Zonas Especiais de Interesse Social (ZEIS) são definidas da seguinte forma:

  • ZE22: Zona Especial de Interesse Social – ZEIS, exclusivamente residencial, com padrão de ocupação unifamiliar, bifamiliar ou multifamiliar, constituída por lotes destinados à execução de programas habitacionais de interesse social.


Estudante de Química da UEM é morto em atentado em Maringá. Mais dois jovens ficaram feridos

O jovem estudante morreu na Rua Mandaguari esquina com a Rua Bragança, na zona 7.

Vítima do atentado em Maringá, professor Mima fazia Mestrado na UEM e dava aulas em cursinho de Apucarana

No Facebook, jovem se apresentava com a frase: "Eu tenho um sonho... Isso é tudo que preciso..."

Autor do ataque em pensionato de Maringá conhecia as vítimas e morava na casa há mais de um ano

O enterro da vítima será nesta segunda-feira (18/3), às 15h, no Cemitério Municipal de Conchas, no interior de São Paulo.

Governo japonês faz doação de R$ 194 mil ao Wajunkai, asilo maringaense que ampara idosos japoneses

O Wajunkai abriga 38 idosos, a maioria descendentes de japoneses em situação de vulnerabilidade social e sem familiares.

Agência do Trabalhador de Maringá abre 153 vagas. Tem dez para operador de caixa

Cargos com maior número vagas são de montador de estruturas metálicas, com 16, e soldador, com 11.

Estudante de Química da UEM é morto em atentado em Maringá. Mais dois jovens ficaram feridos

O jovem estudante morreu na Rua Mandaguari esquina com a Rua Bragança, na zona 7.

Vítima do atentado em Maringá, professor Mima fazia Mestrado na UEM e dava aulas em cursinho de Apucarana

No Facebook, jovem se apresentava com a frase: "Eu tenho um sonho... Isso é tudo que preciso..."

Autor do ataque em pensionato de Maringá conhecia as vítimas e morava na casa há mais de um ano

O enterro da vítima será nesta segunda-feira (18/3), às 15h, no Cemitério Municipal de Conchas, no interior de São Paulo.

Governo japonês faz doação de R$ 194 mil ao Wajunkai, asilo maringaense que ampara idosos japoneses

O Wajunkai abriga 38 idosos, a maioria descendentes de japoneses em situação de vulnerabilidade social e sem familiares.

Agência do Trabalhador de Maringá abre 153 vagas. Tem dez para operador de caixa

Cargos com maior número vagas são de montador de estruturas metálicas, com 16, e soldador, com 11.

Empregos em Maringá

Últimas vagas de Empregos

GUIAS