Sarandi tem a gestão mais transparente do Paraná e a sétima do Brasil. Maringá fica na 57ª posição no ranking da Controladoria Geral da União

Por: - 13 de dezembro de 2018
Walter Volpato, prefeito de Sarandi: investimentos no Portal da Transparência e implantação de Ouvidoria

Sarandi tem uma das administrações municipais mais transparentes do país. É a primeira do ranking no Paraná e a sétima do Brasil, segundo a Escala Brasil Transparente – Avaliação 360º, feito pela Controladoria Geral da União. Foram analisados 665 municípios com mais de 50 mil habitantes e 27 Estados. O resultado foi divulgado nesta quarta-feira (12/12).

O topo do ranking da transparência nacional é ocupado por Serra (ES), que obteve a nota 9.95, enquanto Sarandi ficou em sétimo com a nota 9.71, à frente de Curitiba, que ocupa a oitava posição. Maringá ficou apenas na 57ª colocação, com 9.09 e Londrina na 20ª, com 9.55. Essas são as únicas quatro cidades do Paraná entre as 60 primeiras do ranking.

Este ano, para montagem do ranking da transparência houve uma mudança para contemplar não só o aspecto passivo, mas também o ativo. Foram incorporados aspectos da transparência ativa como publicações na internet, verificação da publicação de informações sobre receitas e despesa, licitações e contratos, estrutura administrativa, servidores públicos e acompanhamento de obras.

Para avaliação da transparência passiva, foi verificada a existência de canais de atendimento ao cidadão e formulário eletrônico ou e-mail para envio de pedidos de acesso a informações públicas. Também entrou na avaliação a possibilidade de acompanhar o trâmite das demandas via Lei de Acesso à Informação e a análise das respostas recebidas, como prazo, conformidade e opção de recurso.

Melhores colocadas no ranking da transparência

Municípios nas primeiras colocações do ranking Escala Brasil Transparente -Avaliação 360º da Controladoria Geral da União

O diretor de Comunicação da Prefeitura de Sarandi, Anderson Pompeu, atribuiu a boa colocação de Sarandi no ranking  “ao perfil transparente do prefeito Walter Volpato, que investiu na transparência da administração e implementou uma série de mudanças na forma de gestão de pessoal”. Segundo ele, um dos focos foram as licitações.

Informou que foi locado um espaço mais amplo e que foram investidos R$ 1,7 milhão em equipamentos de informática que possibilitaram implantar a transmissão ao vivo das licitações e melhorar a quantidade e a qualidade de informações, assim como ampliar o número de ferramentas de navegação no Portal da Transparência.

Acrescentou que foi implantada uma Ouvidoria, por meio do número de telefone 156, e outros canais de comunicação com a comunidade. “Também foi feito um trabalho junto aos servidores e à comunidade”, disse o diretor municipal. Segundo ele, as medidas tiveram um reflexo positivo na qualidade das empresas que participam das licitações.

Tem uma dica de notícia? Fez alguma foto legal? Registrou um flagrante em vídeo? Compartilhe com o Maringá Post, fale direto com o whats do nosso editor-chefe.