Maringá elege quatro deputados estaduais e quatro federais. Sargento Fahur é o mais votado do Paraná

Por: - 7 de outubro de 2018
Sargento Fahur, campeão de votos em Maringá e no Paraná

Com 100% das urnas apuradas, dos seis vereadores de Maringá que se candidataram a uma das 54 vagas na Assembleia Legislativa, dois foram eleitos, Homero Marchese (Pros) e Do Carmo (PSL). Também foi eleito o Soldado Adriano José (PV) e reeleito o deputado Dr. Batista (PMN). Maringá elege quatro deputados estaduais e quatro federais

Dos quatro atuais deputados federais, se reelegeram Enio Verri (PT), Ricardo Barros (PP) e Luiz Nishimori (PR). O Sargento Fahur (PSL) foi o campeão de votos em Maringá e no Paraná e foi eleito. Já o federal Edmar Arruda (PSD) não conseguiu permanecer na Câmara. Desta forma, a cidade elegeu quatro estaduais e quatro federais.

Deputados federais eleitos por Maringá: os quatro com pontinhos vermelhos. Nome, partido, porcentagem do total de votos válidos e número de votos

Os atuais deputados estaduais Wilson Quinteiro e Evandro Júnior, ambos do PSDB, não permanecerão na Alep em 2019. Evandro fez praticamente o mesmo número de votos do Dr. Batista, 31 mil, no entanto, devido ao coeficiente eleitoral, só os tucanos com cerca de 40 mil votos conseguiram se eleger. Quinteiro fez 15,5 mil votos e Ricardo Maia (Pode) 16,4 mil.

Da região, também se reelegeu o deputado estadual Evandro Araújo (PSC), de Marialva. E, embora não seja candidata por Maringá, Maria Victória, filha da governadora Cida Borghetti e do deputado federal Ricardo Barros, todos do PP, se reelegeu. Seu domicílio eleitoral é Curitiba.

Foram bem votados, mas não conseguiram uma cadeira na Assembleia Legislativa do Paraná os vereadores de Maringá Mário Verri (PT) e Flávio Mantovani (PPS), assim como o irmão do prefeito Ulisses Maia, Ricardo Maia (PDT). Isso devido ao coeficiente eleitoral. Os seus respectivos partidos não tiveram grandes puxadores de votos.

Deputados estaduais eleitos por Maringá: marcados por pontinho vermelho. Nome, partido, porcentagem do total de votos válidos e número de votos obtidos

Do Carmo, por exemplo, fez pouco mais de 17 mil votos, mas o PSL elegeu candidato com apenas 13 mil votos, caso do Subtenente Everton. O grande puxador de eleitos para a Alep no Paraná pelo partido do candidato a presidente da República, Jair Bolsonaro, foi o delegado Francischini (PFL), com mais de 427 mil votos, que é deputado federal.

Evandro Júnior fez praticamente o mesmo número de votos do Dr. Batista, 31 mil, no entanto, devido ao mesmo coeficiente eleitoral, só os tucanos com cerca de 40 mil votos conseguiram se eleger para a Assembleia Legislativa. Quinteiro, também do PSDB, fez 15,5 mil votos e Maia (Pode) 16,4 mil.

Dos vereadores que não se elegeram, o mais votado foi Mantovani, com mais de 23,6 mil votos. Mário Verri passou de 19,3 mil, Belino Bravin (PP) fez 7,9 mil e Odair Fogueteiro (PHS) 5 mil votos. O deputado federal Edmar Arruda fez mais de 49,5 mil votos, mas dos quatro maringaenses eleitos, o que fez menos Verri, cerca de 62 mil votos.

Artigos Relacionados

Empregos em Maringá

Últimas vagas de Empregos

GUIAS