Liberação do aborto na Argentina, aprovado pelos deputados nesta quinta-feira, domina tribuna livre na Câmara de Maringá: todos oradores foram contra

Por: - 14 de junho de 2018

O tema que dominou a tribuna livre da Câmara de Maringá na manhã desta quinta-feira (14/6) foi a legalização do aborto na Argentina, conforme projeto de lei aprovado pelos deputados, por 129 votos a 125, um a mais do que o necessário, depois de 23 horas de debates. Nenhum dos vereadores apoiou a decisão dos parlamentares argentinos.

Para falar especificamente sobre o tema, subiram à tribuna os vereadores maringaenses Alex Chaves (PHS), Homero Marchese (Pros), Chico Caiana (PTB) e Sidnei Telles (PSD), mas também falaram sobre a decisão dos deputados argentinos, de forma passageira, os vereadores Belino Bravin (PP) e Mário Vérri (PT).

Todos criticaram a decisão dos argentinos e manifestaram esperanças de que o Senado, para onde seguirá o projeto de lei, rejeite a matéria “em defesa da vida”. O vereador Caiana foi o primeiro a falar e disse que “a decisão banhou a América Latina com sangue de inocentes”. Acrescentou que “apenas Deus tem o direito de dar e tirar a vida”.

O projeto aprovado na Câmara prevê a liberação do aborto na Argentina até a 14ª semana de gestação. Atualmente, a prática é permitida apenas em caso de estupro ou risco para a vida da mãe. O presidente Maurício Macri encorajou o debate, embora tenha se declarado “a favor da vida”. Não há data para o Senado apreciar a matéria.

Marchese alertou que “o debate chegará ao Brasil com muita força”, acrescentou que “é preciso defender a vida em Maringá e no Brasil” e lembrou que o ídolo argentino Diego Maradona, “mais uma vez esteve do lado errado” ao apoiar o movimento pela descriminalização. Emendou: “Essa lei está sendo escrita com sangue de inocentes”.

Os vereadores Caiana e Telles seguiram a mesma linha, salientando que “estão tirando a vida de quem não pode se defender”. Telles disse que não “se trata de uma questão religiosa” e lamentou “que países como a Argentina adotem o eugenismo como política pública: daqui a pouco vão selecionar quem pode e quem não pode viver”.

Na Argentina, a população se mostra dividida, segundo o jornal “Clarín”. Movimentos favoráveis e contrários acompanham os debates nos arredores do Congresso, inclusive durante a madrugada. Os debates começaram na quarta e só terminaram na manhã desta quinta. Na América Latina, o aborto é livre no Uruguai e Cuba.



AS MAIS LIDAS DA SEMANA

Secretaria de Meio Ambiente identifica empresa que seria a principal responsável por mau cheiro em Maringá

Em entrevista coletiva na tarde desta quarta-feira (16/1), o secretário de Meio Ambiente e Bem-Estar Animal, Ederlei Alckamim, afirmou ter identificado a empresa que...

Temporada de férias do Shopping Avenida Center tem caça ao tesouro e oficina de slimes até o começo de fevereiro

Começou a temporada de férias do Shopping Avenida Center. Até o primeiro fim de semana de fevereiro, vão ser realizadas várias atividades gratuitas para...

Preço de energia da Copel aumenta mais de 15% a partir de domingo. Autorização foi aprovada pela Aneel nesta terça-feira

A conta de luz da Copel vai aumentar 15,13% a partir do próximo domingo (24/6) para os consumidores residenciais e comerciais e 17,55% para...

Incêndio na Árvore dos Desejos leva vereador a propor projeto de lei Antivandalismo. Multa vai até R$ 20 mil

O incêndio criminoso na Árvore dos Desejos, ato infracional que teria sido praticado por dois adolescentes na madrugada de (26/12), levou o vereador Jean...

Conheça os 22 restaurantes de Maringá e os pratos que serão servidos no Festival Gastronômico Sabores da Terra. Clientes poderão julgar até o dia...

O Festival Gastronômico Sabores da Terra foi lançado na noite desta segunda-feira (16/4) e segue até o dia 30 de abril. O evento é...

Novo temporal, no fim da tarde desta quarta, atinge com mais intensidade a região norte de Maringá

Maringá foi novamente atingida por um temporal no fim da tarde desta quarta-feira (16/10). Segundo balanço da Defesa Civil divulgado na manhã desta quinta-feira...

Empregos em Maringá

Últimas vagas de Empregos

GUIAS