Enio Verri diz que PT já esperava negativa ao pedido de habeas corpus a Lula e que nada mudou: “Segue a escadinha que queríamos, em direção ao STF”

Por: - 7 de março de 2018
Deputado federal Enio Verri, que nesta quarta-feira participou de reunião da direção nacional do PT

“A decisão absolutamente politizada já era esperada, não muda nada e segue na escadinha que queríamos, em direção ao Supremo Tribunal Federal”, disse nesta quarta-feira (7/3) o deputado federal Enio Verri (PT), ao ser questionado sobre a negativa do Superior Tribunal de Justiça (STJ) ao pedido de habeas corpus preventivo para o ex-presidente Lula.

Enio, que estava deixando uma reunião da direção nacional do PT, em Brasília, reafirmou sua convicção de que Lula se manterá candidato a presidente até as eleições. Disse que o embargo declaratório no Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4), em Porto Alegre, só será julgado a partir dia 23 de março, quando o ministro do caso retorna de férias.

“Esgotados os recursos no TRF-4, imediatamente vamos ao Supremo Tribunal Federal (STF), guardião da Constituição, onde os ministros estão divididos em relação à prisão após condenação de segunda instância”, afirmou, quando foi interrompido por uma observação:

– Desculpe deputado, mas no STF tem dado seis a cinco em favor da prisão.

– Está confuso lá. Tem ministro que já votou a favor, mas depois deu declarações dizendo ser contra, acrescentou.

Segundo ele, até o ministro do TRF-4 julgar o recurso, deverão se passar cerca de 30 dias. Depois, no STF, vai depender de quando a ministra Carmem Lúcia incluirá o recurso de Lula à pauta: “Isso levará mais 30 ou 40 dias. Depois ainda tem a questão do registro da candidatura e os recursos. Se for negada, vamos ao TSE (Tribunal Superior Eleitoral) e ao STF”. Até lá, já passou de 7 de outubro”.

Em resumo, a impressão que se tem é que a estratégia do PT para manter Lula na disputa presidencial aposta na carência de celeridade da Justiça brasileira.

– Então o PT não tem nenhum plano B para uma eventual prisão do Lula?

– Não existe plano B. Temos o melhor jogador da temporada e quando se tem o melhor jogador não se faz plano B.

– No futebol, mesmo os craques têm banco de reserva. No momento, por exemplo, se discute o caso Neymar.

– No caso do PT não tem. Quem está criando um plano B é a Folha de S. Paulo, que está inflando o (Fernando) Haddad, que começa a acreditar nessa possibilidade. O objetivo é dividir para favorecer o (Geraldo) Alkmin, mas esse não tem chance.

PT tem Requião como primeira opção para o governo

Quando às eleições no Paraná, Enio Verri disse que a intenção do partido é fazer uma aliança com o senador Roberto Requião (PMDB), que se coloca como pré-candidato a governador.

Mas parece que Requião e Osmar Dias (PDT) estão fazendo uma aliança, para um sair ao governo e outro ao Senado, não é isso?

– Sim, um fica instigando o outro a sair ao governo. 

– E se o candidato a governador for o Osmar, o PT se alia aos dois?

Com o Osmar não dá. Ele está fazendo alianças com a direita. Aí devemos ter candidato próprio, mas ainda vai passar muita água sob a ponte. É tudo muito prematuro ainda. 

Para o Senado, o deputado federal Angelo Vanghoni e o vereador maringaense Carlos Mariucci colocaram seus nomes à disposição do PT. Segundo Enio, “o Senado é uma janela aberta no Paraná. São duas vagas e faltam bons nomes”.

Por que a senadora Gleisi Hoffmann não tenta a reeleição, então?

Gleisi deseja um mandato e, segundo avaliação dela, de deputado federal é mais viável.

Além de Requião ou Osmar, o governador Beto Richa (PSDB) também deve ser candidato ao Senado, não?

– Acho que o Beto vai continuar no governo. Ele tem medo de ser preso, apimentou o deputado, para encerrar a entrevista, feita por telefone.



Denúncia de suposto assédio em ônibus de Maringá na rede social tem reação enérgica do prefeito. Caso não teve B.O.

A denúncia de suposto assédio em ônibus do transporte coletivo em Maringá feita por meio do Twitter na terça-feira (12/2) chegou até o prefeito...

Socióloga de Maringá é escolhida como embaixadora do Paraná em projeto nacional de Protagonismo Feminino

Trabalho visa a construir um futuro para o Brasil a partir da igualdade de gênero e da liberdade do feminino.

Inscrições do concurso público do Aeroporto de Maringá abrem na quarta. Até terça dá para pedir isenção na taxa

Pedidos de isenção da taxa de inscrição precisam ser feitos entre esta segunda-feira (18/2) e a terça-feira (19/2).

Empresa divulga vídeo e descarta suposto caso de assédio em ônibus do transporte coletivo de Maringá

Diante da repercussão, o motorista decidiu procurar o setor de Recursos Humanos da TCCC para esclarecer os fatos.

Denúncia de suposto assédio em ônibus de Maringá na rede social tem reação enérgica do prefeito. Caso não teve B.O.

A denúncia de suposto assédio em ônibus do transporte coletivo em Maringá feita por meio do Twitter na terça-feira (12/2) chegou até o prefeito...

Criado em Maringá, aiqfome é o app de delivery mais bem avaliado do Brasil, à frente do iFood

Na Apple Store, a nota dos usuários do aiqfome é 4.9 e na Google Play, 4.8.

Socióloga de Maringá é escolhida como embaixadora do Paraná em projeto nacional de Protagonismo Feminino

Trabalho visa a construir um futuro para o Brasil a partir da igualdade de gênero e da liberdade do feminino.

Inscrições do concurso público do Aeroporto de Maringá abrem na quarta. Até terça dá para pedir isenção na taxa

Pedidos de isenção da taxa de inscrição precisam ser feitos entre esta segunda-feira (18/2) e a terça-feira (19/2).

Empresa divulga vídeo e descarta suposto caso de assédio em ônibus do transporte coletivo de Maringá

Diante da repercussão, o motorista decidiu procurar o setor de Recursos Humanos da TCCC para esclarecer os fatos.

Empregos em Maringá

Últimas vagas de Empregos

GUIAS