Salário mínimo regional do Paraná sobe 1,81% para 2018. É o menor reajuste desde a legislação implantada em 2016

Por: - 1 de março de 2018
Mínimo regional paranaense fica entre R$ 1.247,40 e R$ 1.441 / Foto: Portal Voz do Aposentado

A partir desta quinta-feira (1/3), o valor do salário mínimo regional do Paraná para 2018 passa a ser de R$ 1.247,40, na primeira faixa, e de R$ 1.441 na faixa mais alta. O decreto do governador Beto Richa (PSDB), com os valores das quatro faixas do salário mínimo paranaense foi publicado hoje.

O reajuste de 1,81% foi o menor desde a a implantação de 2016, quando uma lei definiu que o reajuste regional deve ter o mesmo percentual aplicado para a correção do salário mínimo nacional. Em 2016, o reajuste foi de 11,08%. Já em 2017, foi menor, de 7%.

Ainda que o reajuste seja pequeno, a menor faixa do piso salarial paranaense é 24% maior do que o mínimo nacional, de R$ 954. O aumento em reais para as quatro faixas de salário mínimo varia de R$ 24,20 a R$ 26,40. Já o salário nacional aumentou R$ 17.

  • O piso fixado para os trabalhadores agropecuários, florestais e de pesca passou de R$ 1.223,20 para R$ 1.247,40.
  • Para a categoria de trabalhadores domésticos, de serviços administrativos e serviços, vendedores do comércio em lojas e mercados e de trabalhadores em reparação e manutenção, o novo piso salarial é de R$ 1.293,60.
  • O salário mínimo para a categoria composta por trabalhadores da área de produção de bens e serviços industriais, passou para R$ 1.339,80.
  • Para o quarto grupo, comporto por técnicos de nível médio, o novo piso é de R$ 1.441.

Apesar do reajuste inferior a 2%, o Paraná continua entre os estados com o maior salário mínimo regional do Brasil, de acordo com o governador Beto Richa.

Saiba como é calculado o reajuste do salário mínimo

O piso salarial no Estado do Paraná, de 2017 a 2020 deve ser reajustado conforme o percentual aplicado pelo mínimo nacional, como definido pela Lei 18.766, aprovada pela Assembleia Legislativa do Paraná em maio de 2016.

O calculo é baseado na variação do Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) do ano anterior, de janeiro a dezembro. E também leva em consideração a variação real do Produto Interno Bruto (PIB), de dois anos anteriores – no caso de 2018, foi considerada a variação do PIB de 2016.

A data-base para reajuste do salário mínimo regional é antecipada em um mês a cada ano. Ou seja, em 2018 foi estabelecida em março, em 2019 em primeiro de fevereiro e em 2020 no primeiro dia de janeiro.

Tem uma dica de notícia? Fez alguma foto legal? Registrou um flagrante em vídeo? Compartilhe com o Maringá Post, fale direto com o whats do nosso editor-chefe.