Manifestantes contra reforma da Previdência invadem estacionamento do escritório do ministro da Saúde Ricardo Barros em Maringá

Por: - 19 de fevereiro de 2018

Um grupo de manifestantes contra a reforma da Previdência Social ocupou o escritório político do ministro da Saúde, Ricardo Barros (PP), e da deputada estadual Maria Vitória (PP) na manhã desta segunda-feira (19/2) em Maringá. O movimento foi convocado pela Frente Brasil Popular e os participantes também realizaram um ato público em frente ao INSS da cidade.

Uma parte dos manifestantes entrou na área externa do escritório dos Barros, na Avenida Prudente de Morais, onde permaneceu por cerca de 1h30. As polícias Civil e Militar foram vaiadas e “estiveram no local porque arrombaram o portão, quebraram o motor eletrônico e invadiram uma área particular, onde inclusive reside uma família”, disse a assessoria do deputado federal, que está ministro, Ricardo Barros.

Na fachada do escritório, onde tem uma placa com a foto do ministro, foi estendida uma faixa com os dizeres “Fora Richa. Fora todos eles”. A assessoria de Ricardo Barros disse “que o ministro respeita o direito de todas as formas de manifestações democráticas, mas ficou chateado com a invasão que causou prejuízo”.

Foto postada na página do Brasil de Fato Paraná no Facebook: cerca de 100 pessoas entraram no estacionamento do escritório dos Barros

A vice-governadora, Cida Borghetti (PP), oficialmente, em Maringá, despacha no escritório da Região Metropolitana, respondeu a assessoria ao ser questionada se Cida mantinha escritório no local. Um caminhão de som puxou o ato. Nas redes sociais, foram postadas fotos, a partir das quais é possível estimar que cerca de 300 pessoas participaram da caminhada e aproximadamente 100 ocuparam o estacionamento do escritório dos Barros.

A reportagem não conseguiu contato com os organizadores do ato.

Tem uma dica de notícia? Fez alguma foto legal? Registrou um flagrante em vídeo? Compartilhe com o Maringá Post, fale direto com o whats do nosso editor-chefe.