Reforma na Câmara de Maringá começa nesta quinta-feira (8/2). Com as obras, sede do Poder Legislativo vai funcionar das 8 horas às 14 horas

Por: - 7 de fevereiro de 2018
Área dos gabinetes dos vereadores será incluída na reforma da Câmara de Maringá / CMM

A reforma do prédio da Câmara de Maringá começa nesta quinta-feira (8/2). Durante todo o período de obras, o horário de funcionamento do Poder Legislativo será das 8 horas às 14 horas. Normalmente, o expediente vai até as 18 horas. A previsão é que a reforma tenha duração de seis meses.

O investimento previsto é de R$ 977 mil. A empresa que venceu a licitação é a construtora Proec Engenharia Civil Ltda, de Maringá.

“Estamos cumprindo todas as exigências de segurança feitas pelo Corpo de Bombeiros. Sem a reforma, prédio da Câmara Municipal poderia ser interditado, o que prejudicaria o serviço à comunidade”, explicou o presidente Mário Hossokawa (PP).

Ele baixou uma portaria oficial para frisar que a entrada e a permanência de servidores no prédio, fora do expediente único (8h às 14h), será permitida somente em caráter urgente ou emergencial mediante convocação do presidente.

“É importante salientar que todos os servidores da Câmara (efetivos e comissionados) manterão sua carga horária diária. Estamos alterando apenas o turno das atividades para facilitar o trabalho da construtora e garantir a segurança das pessoas que utilizam o prédio. Nosso interesse é concluir a reforma o mais breve possível. Solicitamos a compreensão da população nesse período”, disse Hossokawa.

TAC assinado com Bombeiros para obras vence em abril

O Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), assinado entre a Câmara Municipal e o Corpo de Bombeiros, está em vigência até o dia 28 de abril de 2018. No último ano, o prédio do Legislativo recebeu 26 novas mangueiras de combate a incêndio, extintores foram recarregados e servidores passaram pelo curso de brigadista de combate a incêndio.

Além disso, portas anti-pânico (que facilitam a saída rápida do prédio) e sensores de fumaça foram instalados.

Agora, a construtora adequará o tamanho dos gabinetes e departamentos administrativos. Também fará a troca das divisórias por gesso acartonado, modernizará o sistema de ar-condicionado, instalará corrimões, saídas de emergência no térreo e andar superior, substituirá os pisos emborrachados e o carpete do plenário por materiais não-inflamáveis.

Itororó, União estável no Sama e outros projetos

Entre os projetos que serão discutidos nesta quinta-feira (8/2), tem a segunda votação sobre a restauração do nome da Avenida Itororó.

Tem também a terceira e última votação sobre o projeto de lei que determina a colocação do nome dos engenheiros e dos arquitetos nas obras públicas.

E há o projeto do vereador Flávio Mantovani (PPS), que inclui dentro do Sistema de Atenção à Saúde dos Servidores de Maringá (Sama) o reconhecimento da união estável para inclusão de dependentes de servidores no sistema.

Acesse aqui a pauta completa da sessão desta quinta (8/2).

Tem uma dica de notícia? Fez alguma foto legal? Registrou um flagrante em vídeo? Compartilhe com o Maringá Post, fale direto com o whats do nosso editor-chefe.